Criciúma: Vereadores mirins tomam posse para mandato de 2020

Todos os anos, estudantes do ensino fundamental das redes pública e privada do município têm a oportunidade de representar a sua escola na disputa por uma vaga no projeto Câmara Mirim e vivenciar a experiência democrática do voto

Foto: Clara Fernandes
- PUBLICIDADE -

Respeitar o regimento interno, desempenhando responsavelmente o mandato, contribuindo para a formação da cidadania e engrandecimento do município. Com o braço direito estendido, os 17 novos vereadores mirins da Câmara Municipal de Criciúma juraram sua responsabilidade sobre o mandato ao qual foram empossados na noite desta quarta-feira (27/02). A Sessão Especial ocorreu na ACIC e contou com a presença de autoridades locais, familiares e professores.

Todos os anos, estudantes do ensino fundamental das redes pública e privada do município têm a oportunidade de representar a sua escola na disputa por uma vaga no projeto Câmara Mirim e vivenciar a experiência democrática do voto.

- PUBLICIDADE -

Além de aproximar o Poder Legislativo da sociedade, o projeto busca despertar, na população jovem, o exercício da cidadania e o espírito cívico. Os eleitos vivem experiências que contribuem na sua formação pessoal, torná-los cidadãos participativos, conscientes das responsabilidades individuais e preparados para encarar os desafios da vida em sociedade.

Na sua 6ª edição, o projeto empossou 17 novos mirins que iniciam seus trabalhos na Casa em 3 de março. Mensalmente os vereadores participam de sessões ordinárias onde podem defender suas idéias por meio de requerimento e indicações. A primeira sessão mirim será dia 5 de março.

Mesa diretora eleita e empossada

Durante a solenidade de posse, os mirins escolheram a mesa diretora que comandará os trabalhos durante o ano. Duas chapas foram inscritas e os votos distribuídos deram o cargo a chapa 2, composta pelos vereadores Beatriz Damin Fiera (presidente), Miguel Idalêncio Graci (vice-presidente), Michelly Cardoso Fabris (1ª secretária) e Antônio Ferreira Scarsi (2º secretário).

Em discurso após a votação, a nova presidente comemorou a oportunidade. “Nós acreditamos que pela democracia podemos construir um país melhor, e desta forma vamos juntos, todos os vereadores mirins, procurar trazer novas oportunidades a nossa Criciúma, onde, por este espaço, temos uma oportunidade única de ajudar na melhoria de nossa cidade”, afirmou Beatriz.

Mais de cinco mil alunos foram às urnas

Durante os quatros dias de votação em novembro do último ano, mais de cinco mil alunos de 15 escolas escolheram seus representantes dentre 58 candidatos. Para o presidente do Legislativo, vereador Tita Belloli (MDB), o projeto Câmara Mirim é um exercício de cidadania na cidade. “Dados recentes mostram o desinteresse de grande parte dos jovens pela política. Esses novos vereadores escolhidos democraticamente pelos colegas terão, a partir de hoje, a missão de ouvir e acompanhar as escolas, as comunidades. Darão voz e espaço e também estarão ao nosso lado, fiscalizando o nosso Município”, afirmou.

Conheça os vereadores para o mandato de 2020:

Ana Julia Mendes Carvalho – E.M.E.F. Prof. Francisco Skrabski

Antônio Ferreira Scarsi – Sesi Escola

Beatriz Damian Fiera – Colégio SATC

Cristian Rodrigues Rocha – E.M.E.I.E.F Pascoal Meller

Enzo Mendes Machado Martins – E.M.E.I.E.F Antônio Colombo

Gabriel Diogo dos Santos – E.M.E.I.E.F Oswaldo Hulse

Isadora Gonçalves de Souza – E.M.E.I.E.F Contim Portella

Isadora Pereira Tonelli – Colégio Marista

João Vitor Mandelli de Andrade – E.M.E.I.E.F Antonio Minotto

Michelly Cardoso Fabris – E.M.E.I.E.F Antonio Minotto

Miguel Daros Vincentin – E.M.E.I.E.F Maria Angélica Paulo

Miguel Ferreira Damzio – Colégio Unesc

Miguel Idalêncio Graci – E.M.E.I.E.F Maria Angélica Paulo

Nicoly Martins Camilo – E.M.E.I.E.F José Rosso

Paola Oliveira dos Reis – E.M.E.I.E.F Pe. Paulo Petruzzellis

Samuel Jaime Tereza Soares – E.E.B Irmã Edviges

Vitória Motta Borges – Escola Caminho da Luz – APAE.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.