Criciúma: Câmara de Vereadores paralisa por sete dias

Decisão vem de acordo com o decreto assinado pelo governador para conter o avanço do coronavírus no estado

Foto: Arquivo TN

- PUBLICIDADE -

A Câmara de Vereadores de Criciúma emitiu um comunicado na manhã dessa quarta-feira, dia 18, informando a paralisação dos serviços pelo período dos próximos sete dias. A decisão vale a partir de hoje e segue o decreto do Governo do Estado publicado na noite de ontem com o objetivo de conter a propagação do coronavírus em Santa Catarina.

Confira a nota na íntegra: 

- PUBLICIDADE -

Legislativo de Criciúma paralisa suas atividades

A Câmara de Vereadores de Criciúma atendendo as necessidades e para evitar a propagação do Coronavírus (Covid-19) paralisa as suas atividades, a partir de hoje (18), pelo período de sete dias. Decisão segue decreto do Governo do Estado nº 515, de 17 de março de 2020.

O presidente da Câmara de Vereadores, Tita Beloli, informa que os funcionários ficarão sobreaviso, e após os sete dias, será feita avaliação, conforme necessidade.

Atenciosamente,
Câmara Municipal de Criciúma

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.