Alexandre Garcia pode chefiar a Secretaria de Comunicação

Jornalista é cotado para substituir Fabio Wajngarten na Secom

Reprodução
- PUBLICIDADE -

O nome do jornalista Alexandre Garcia está sendo cotado para uma possível substituição na chefia da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom). Isto porque o atual chefe, Fábio Wajngarten, é alvo de investigação da Polícia Federal por supostos casos de corrupção, peculato e advocacia administrativa. A informação é do jornal Folha de S.Paulo.

Ainda de acordo com o jornal, o nome do general Otávio Rêgo Barros, atual porta-voz da Presidência, também foi ventilado. Apesar da situação delicada de Wajngarten, sua exoneração da Secom não é dada como prioridade e ele deve seguir no cargo por algum tempo.

- PUBLICIDADE -

Nas redes sociais, perfis bolsonaristas críticos ao secretario pedem sua demissão e chegaram a fazer campanhas pelo seu desligamento. No entanto, os apelos não sensibilizaram o presidente Jair Bolsonaro, que afirmou que Wajngarten está “mais firme do que nunca” na Secom.

O Ministério Público Federal (MPF) solicitou a investigação de Fabio Wajngarten para apurar se a empresa FW Comunicação, da qual é sócio, recebeu dinheiro de emissoras de TV, como Band e Record, e também de agências contratadas pelo governo.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.