Alesc emite nota de pesar pela morte de ex-deputado estadual

Natural de Laguna, Volney Collaço também foi presidente do Parlamento catarinense; ele faleceu na noite dessa quarta-feira, em sua casa, na capital do Estado

- PUBLICIDADE -

A Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina lamentou o falecimento do ex-deputado estadual e ex-presidente do Parlamento catarinense, Volney Collaço, ocorrida na noite da última quarta-feira (21), em sua residência, na cidade de Florianópolis.

Nascido em Laguna em 4 de abril de 1923, Collaço formou-se bacharel em Direito pela Faculdade Nacional de Direito, em 1946, no Rio de Janeiro. Foi Defensor Público no Distrito Federal, quando a cidade carioca era a capital do País de 1948 a 1950.

- PUBLICIDADE -

De volta à Santa Catarina, o ex-parlamentar foi eleito para a segunda legislatura da Alesc, entre 1951 e 1955, pelo PTB. Neste período, presidiu a Casa em duas oportunidades: de 10 de abril de 1951 a 31 de janeiro de 1952 e de 10 de abril de 1953 a 31 de janeiro de 1954.

Suplente convocado para a terceira legislatura (1955-1959) pelo PSP, exerceu a 1ª Secretaria da Mesa Diretora. Eleito pelo mesmo partido no pleito seguinte, voltou a atuar como primeiro secretário em 1960. Dois anos depois, já pela UDN, ficou na suplência e foi convocado para assumir vaga na quinta legislatura (1963-1967). Após encerrar a vida partidária, foi o primeiro Procurador da República em Santa Catarina, em 1972, além de ter sido membro do Conselho Penitenciário e Procurador Regional Eleitoral. Sua dedicação em todas as funções que exerceu entra para a história de Santa Catarina.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.