Dispense seus excessos

A coluna completa você confere na edição do Tribuna de Notícias

- PUBLICIDADE -

Não basta a gente ser capaz. É preciso transformar esta capacidade em algo muito concreto no dia a dia.

A felicidade deveria ser um processo muito simples em nós, mas nós vamos nos acostumando a colocar tantos obstáculos em nossa felicidade que de repente nós estamos inviabilizando a possibilidade de sermos felizes, ainda que sejamos capazes disso. Ninguém tem vida perfeita. Nenhum de nós tem a perfeição nos arrodeando e nos acariciando. O tempo todo é preciso por a mão na terra de nossas imperfeições.

- PUBLICIDADE -

A felicidade é a satisfação que nós podemos ter de ser quem somos. Eu deitar a cabeça em um travesseiro depois de um dia vivido e funções cumpridas; de amores vividos, de ódio sentido. Eu deitar e dormir satisfeito com aquilo que eu consigo alcançar de mim.

A felicidade é um projeto que carece diariamente de empenho senão, não vai.  A gente não chega lá. É preciso retirar do conceito de felicidade esta coisa idealizada e você vai ver como é possível a satisfação de mudar.

O conteúdo completo você acompanha na edição impressa do Jornal Tribuna de Notícias ou no TN Digital. Leia esta e muitas outras colunas, ligue para o (48) 3478-2900 e assine!

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.