Deus cuida de mim

Leia a coluna completa no Jornal Tribuna de Notícias

- PUBLICIDADE -

Como é que Deus cuida de nós? Como posso experimentar em minha vida o cuidado de Deus?

A partir do momento que eu creio na proteção divina eu reforço na minha mente, em mim, no meu jeito de ser, todas as convicções de que Ele está comigo, de que Ele me ajuda a escolher o melhor caminho.

- PUBLICIDADE -

Eu ando pensando que a proteção que nos chega a partir da maneira como estamos pensando é uma das mais eficazes formas com as quais Deus nos protege. Porque é a maneira como eu penso que transforma o meu jeito de ser. Eu creio que esta seja a forma bem elaborada de espiritualidade.

Eu parei de questionar tudo que dava errado em minha vida.  Claro que fico chateado, aborrecido. Mas, eu não tenho o controle dos fatos, perdi este vôo, mas de repente não era para ir, era para ficar aqui, esperar um pouco mais.

Mas, também não posso me privar de pensar na maneira natural de proteção. Se Deus me protege de forma sobrenatural, Ele também me protege de forma natural. Que são as instâncias humanas, que passam pelas nossas escolhas.

Eu desconheço a história de cada um neste santuário, mas eu sei que estou lidando com pessoas muito amadas. Porque ninguém sobrevive a indigência da infância se não for amado, se não for cuidado.

Tenho certeza de que ao falar aqui você está percorrendo os corredores de sua história e lembrando pessoas que cuidaram de você, mãe, pai, tia, avô, avó, padres, amigos. Nós somos o resultado de tantos cuidados.

Quando a nossa fé em Deus não passa pelo humano, ela fica sem efeito em nós. A nossa fé precisa ser plantada no chão da história. Nós precisamos olhar para tudo o que a gente viveu e fazer a mesma leitura que o povo de Israel fez da história da salvação.

O conteúdo completo você acompanha na edição impressa do Jornal Tribuna de Notícias ou no TN Digital. Leia esta e muitas outras colunas, ligue para o (48) 3478-2900 e assine!

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.