Futuro de SC define-se esta semana

Leia a coluna completa no Jornal Tribuna de Notícias

- PUBLICIDADE -

Dois eventos de impacto no governo e na vida dos catarinenses estão agendados para esta semana. O primeiro, amanhã, às 14h, com a sessão extraordinária da Assembleia Legislativa para debater e votar a resolução da Comissão Especial do Impeachment dos Respiradores contra o governador sobre o prosseguimento ou não do processo. O segundo, no dia 23, sexta-feira, a partir das 9h, com a realização do Tribunal Especial de Julgamento, para apreciar e votar o relatório do deputado Kennedy Nunes, referente ao impeachment da isonomia dos procuradores. Este, se a reunião não sofrer embargo judicial, definirá se o Estado continuará sendo governado por Carlos Moisés da Silva e Daniela Reinehr, ou se a dupla será afastada pelo prazo máximo de 180 dias.

No caso de ocorrer o afastamento, assumirá o governo catarinense o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Julio Garcia. A previsão é de que se altere radicalmente a atuação do governo, com maior articulação no Legislativo, com o setor produtivo, prefeitos e a sociedade civil.

- PUBLICIDADE -

No Palácio Barriga Verde não há a menor informação nos bastidores sobre qualquer fato relacionado com o eventual governo provisório.  Se algum deputado sabe de algum encaminhamento mantém o mais absoluto sigilo. Até sobre eventual participação de parlamentares no governo interino, nas alterações possíveis ou imagináveis no primeiro escalão e nos órgãos descentralizados ou sobre diretrizes da gestão temporária. O próprio deputado Julio Garcia, sempre que indagado, mantém-se um túmulo sobre qualquer questão relativa às decisões.

Em resumo: além de decisões históricas, a semana começa com horizonte nebuloso no Estado e futuro indefinido no governo.

O conteúdo completo você acompanha na edição impressa do Jornal Tribuna de Notícias ou no TN Digital. Leia esta e muitas outras colunas, ligue para o (48) 3478-2900 e assine!

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.