As enxurradas e as visitas oficiais

A coluna completa você confere na edição do Tribuna de Notícias


- PUBLICIDADE -

O presidente Jair Bolsonaro e o governador Carlos Moisés da Silva sobrevoaram a região de Presidente Getúlio, duramente castigada pelas enxurradas da semana passada. O presidente deu instruções expressas ao ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, integrante da comitiva, para que agilizasse providências no atendimento das vítimas, na assistência aos desabrigados e na recuperação dos municípios mais atingidos.

Resultado: um grupo misto que atua há dias no Alto Vale do Itajaí formou uma força-tarefa, com sede em Rio do Sul, sob o comando do secretário nacional da Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas Neves, com a missão específica de levantar todos os dados, prejuízos materiais e necessidades urgentes. E ali ficará até que os recursos sejam liberados.

- PUBLICIDADE -

O secretário já visitou os municípios e áreas mais prejudicados e já homologou os pedidos. Está agilizando a documentação, na expectativa de liberar recursos às prefeituras até o final do ano.

O governador Moisés, por sua vez, acompanhou o presidente no sobrevoo, retornou a Navegantes de helicóptero com ele, e depois seguiu para Presidente Getúlio, onde participou de reunião com técnicos e autoridades que atuam na região.

O deputado Laércio Schuster (PSB) fez um apelo para que a Caixa Econômica Federal libere o FGTS dos municípios mais afetados, pedido reiterado a parlamentares e autoridades federais. O governador também se movimentou junto à Caixa. Moisés anunciou que vai tratar com a diretoria do Badesc da liberação de crédito subsidiado e com carência maior aos comerciantes que tiveram grandes prejuízos.

No primeiro momento, visitas com medidas acertadas. A conferir agora se, na prática, elas vão mesmo atender o prometido.

O conteúdo completo você acompanha na edição impressa do Jornal Tribuna de Notícias ou no TN Digital. Leia esta e muitas outras colunas, ligue para o (48) 3478-2900 e assine!

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.