Urussanga completa mais um aniversário

Município conta com pouco mais de 21 mil habitantes espalhados em diversas comunidades

Foto: Lucas Colombo/ Arquivo TN

- PUBLICIDADE -

A cidade de Urussanga é o berço de diversas etnias, porém, os italianos imigrantes, encontraram na região um local para residir, inclusive a localidade foi o maior núcleo colonial italiano do sul de Santa Catarina. Os imigrantes chegaram à localidade de Azambuja, município de Pedras Grandes em 1877, anos antes de sua fundação, marcada e relembrada historicamente no dia 26 de maio, tendo passando antes, por toda a fase de desmembramento.

O ano de 1878 foi marcado pela chegada das primeiras famílias chegaram à colônia de Urussanga, fundado pelo engenheiro agrimensor do Império, Joaquim Vieira Ferreira. Os colonizadores vieram do norte da Itália, mais especificamente do Vêneto, da Lombardia, Friuli Venezia Giulia e Trentino Alto Adige. Introduziram inicialmente a exploração da madeira, a cultura agropecuária de subsistência, a manufatura de instrumentos agrícolas e instalação de tecnologias e processamento dos cereais. Logo passaram a comercializar o excedente às comunidades açorianas e portuguesas instaladas anteriormente no litoral.
Assim que adquiriram certo capital, aplicaram na transformação de alimentos, principalmente derivados da uva e do leite. Entretanto, foi à extração do carvão mineral que regeu a economia urussanguense e mudou o perfil do colonizador. O município ainda preserva belas paisagens rurais com edificações e processos produtivos daquela época.

- PUBLICIDADE -

A economia fortalecida pela cerâmica

Segundo o setor de desenvolvimento econômico da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) Entre as cinco vocações principais
de Urussanga, respectivamente beneficiam o município os setores de: fabricação de produtos cerâmicos, fabricação de materiais plásticos, fabricação de estruturas metálicas, transporte rodoviário de cargas e geração e distribuição de energia elétrica.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.