TJ promove lançamento de livro escrito por Moacir Pereira

“Norberto Ungaretti: Espírito Iluminado”, resgata a história do professor, advogado, escritor e desembargador Norberto Ulysséa Ungaretti

Foto: Arquivo Pessoal
- PUBLICIDADE -

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina promove amanhã, dia 16 de dezembro, às 19 horas, o lançamento do livro “Norberto Ungaretti: Espírito Iluminado”, de autoria do jornalista Moacir Pereira, com selo da Editora Insular.

A obra resgata a rica trajetória do professor, advogado, escritor e desembargador Norberto Ulysséa Ungaretti, catarinense de Laguna que teve intensa atuação na vida pública e em inúmeras atividades cuturais, assistenciais e comunitárias de Santa Catarina em dois séculos.

- PUBLICIDADE -

O evento está sendo promovido pelo Poder Judiciário, Academia Judicial, OAB de Santa Catarina, Academia Catarinense de Letras, Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina e Associação Catarinense de Imprensa.

Ungaretti veio para Florianópolis muito jovem, convidado para a assessoria particular do governador Jorge Lacerda. Elegeu-se vereador e foi o primeiro presidente da Câmara Municipal eleito por unanimidade. Lecionou durante mais de 35 anos Direito de Família na Faculdade de Direito da Ufsc e dedicou-se ainda ao magistério na Escola da Magistratura.

Durante anos exerceu o cargo de desembargador do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, com destacada atuação e alta qualidade na lavratura de acórdãos e espírito de Justiça em todos os julgamentos.

Ocupou, ainda, o cargo de Secretário da Justiça no governo Ivo Silveira e teve destacada atuação na fundação da Associação Catarinense de Integração do Cego, do Lagoa Iate Clube e de outras instituições.

Colaborou e dirigiu a Seove(Sociedade Espírita Obreiros da Vida Eterna), que dá assistência integral às idosas em sua sede no Campeche. Também atuou na Academia Catarinense de Letras, que presidiu por um período, no Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, Instituto de Genealogia e Arquivo Público do Estado.

Durante mais de 10 anos dedicou-se a pesquisa a vida e a obra de Jerônimo Coelho, fundador da imprensa e da maçonaria e o mais ilustre catarinense no Império.

Durante toda sua vida, Norberto Ungaretti notabilizou-se por sua notável generosidade com os semelhantes. Viver é fazer o bem – costumava repetir sobre as marcas da solidariedade, da caridade e da fraternidade que marcaram sua vida.

Ungaretti nasceu em Laguna em 15 de maio de 1936 e faleceu em Florianópolis, vítima de infarto, em 9 de janeiro de 2014.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.