Filhotes do Corpo de Bombeiros estão a um passo da operacionalização

Serão cinco cães ativos junto com os outros sete de busca e resgate

Foto: Divulgação/ CBMSC
- PUBLICIDADE -

Cinco filhotes em treinamento para buscas estão perto de ficarem ativos junto com os outros sete cães de busca e resgate do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC).  Na última semana, ocorreu a certificação na Floresta Nacional de Três Barras, organizada pelo 9º Batalhão de Bombeiros Militar, com sede em Canoinhas, que é responsável pela área. A prova, de nível nacional, foi realizada seguindo os protocolos sanitários indicados pela Secretaria de Estado da Saúde.

Para que um cão do CBMSC fique ativo, de acordo com a novo regulamento internacional, é preciso que os binômios – dupla entre bombeiro militar e cão – passem por três provas. A de nível V, que é para cães a partir de 15 meses, avalia as condições do animal durante a busca de uma vítima, além de passar por prova de obediência e destreza. Já a nível A tem duas buscas, uma noturna, uma diurna e ainda a prova de obediência e destreza, com um grau a mais de dificuldade, em relação a outra.

- PUBLICIDADE -

Cinco binômios estão aptos, aprovados no nível V:

– Cabo Matheus Premoli e cão Bono;

– Soldado David Canever e cadela Léia;

– Soldado Luciano Rangel e cão Orion;

– Soldado Guilherme Galli e cão Sasuke;

– Soldado Thiago Amorim e cadela Moana.

Os binômios: cabo Alexandre de Souza e a cadela Zaara; soldado Rangel e Orion; soldado Galli e Sasuke, e soldado Amorim e Moana já estão aprovados também na busca diurna do nível A. O cão Bono, binômio do Cabo Premoli, ainda não tem a idade necessária para a realização do nível A.

A arbitragem da prova foi realizada pelo tenente-coronel Walter Parizotto e o capitão Alan Cielusinsky, ambos árbitros do Conselho Nacional de Busca, Resgate e Salvamento com Cães (CONABRESC).  Além disso, participaram da logística do evento o capitão Clemente Michels, o 1º Tenente Tiago Domingos e o apoio veterinário ficou por conta do soldado Josclei Tracz.

A próxima certificação deve ocorrer no início de 2021 e, assim, todos os cães passaram pela prova de nível A para operacionalização.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.