SC alcança terceira melhor pontuação do país em ranking de transparência

A transparência do Governo do Estado nas ações de combate à pandemia da Covid-19 é destaque nacional. O salto foi motivado pela divulgação da taxa geral de ocupação de leitos de UTI do SUS

Foto Ricardo Wolffenbuttel/ Secom
- PUBLICIDADE -

A transparência do Governo do Estado nas ações de combate à pandemia da Covid-19 é destaque nacional. De acordo com o ranking publicado nesta quinta-feira, 28, pela Open Knowledge Brasil (OKBR), Santa Catarina subiu sete pontos na última semana e passou da quinta para a terceira melhor pontuação do país.

O salto foi motivado pela divulgação da taxa geral de ocupação de leitos de UTI do SUS no estado. Com 95 pontos, a transparência dos dados relacionados ao novo coronavírus em SC é considerada alta pela segunda semana consecutiva.

- PUBLICIDADE -

Para o governador Carlos Moisés, a transparência é um compromisso permanente. “A prestação de contas à sociedade catarinense é uma prioridade. Com a plataforma do Governo do Estado, todo cidadão tem acesso ao quadro geral sobre a situação do novo coronavírus no estado, com informações sobre casos, despesas públicas e contratações relacionadas ao enfrentamento à pandemia”, reforça.

O destaque é resultado do trabalho conjunto de diversos órgãos do Governo do Estado que compõem o Núcleo Intersetorial de Inteligência de Dados (NIID). “Trabalhamos a muitas mãos com equipes da Secretaria de Estado da Administração, Controladoria Geral do Estado, Secretaria de Estado da Saúde, Ciasc e Secretaria Executiva de Comunicação. O trabalho também envolve o time de voluntários do Social Good Brasil (SGB), seguindo as recomendações da própria Open Knowledge Foundation”, explica o secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca.

Desde abril, o governo catarinense disponibiliza o acesso a informações sobre enfrentamento ao novo coronavírus pelo portal www.coronavirus.sc.gov.br. Por meio desta plataforma, é possível encontrar informações sobre compras e gastos públicos de insumos para enfrentamento, controle da propagação da doença em território catarinense até dados sobre ocupações de leitos hospitalares, divididas por macrorregiões.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.