Sarasul tem empresa vencedora da licitação de forma provisória

O pregão contou com a participação de quatro empresas e foi vencido pela empresa Ozz Saude Eirele

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Criciúma

Nesta sexta-feira, dia 20, no salão Ouro Negro, da Prefeitura de Criciúma, aconteceu a abertura de licitação para contratação da empresa que vai disponibilizar os profissionais que irão executar o Serviço Aeromédico (Sarasul). O pregão contou com a participação de quatro empresas e foi vencido pela empresa Ozz Saude Eirele.

- PUBLICIDADE -

Mas como uma das empresas manifestou interesse de ingressar com recurso, a homologação do resultado se dará após a analise do recurso. “Diante da manifestação foi aberto prazo para apresentação da razoes de recurso, que deve acontecer até quarta-feira, dia 25. Depois será o praza para as contrarrazões, que será até dia 30”, explicou o secretário executivo da AMREC, Giovanni Dagostin Marchi. Ele explicou que depois disso o processo volta para o pregoeiro para decidir se mantem a decisão ou não. Mantendo a decisão, o processo vai para o presidente do Consórcio para decidir.

Todo o processo está sendo feito via Consórcio Intermunicipal Multifinalitário da AMREC (CIM-AMREC). O edital iniciou com valor de R$128.094,65, encerrou com o preço de R$ 81.175,66 mensais. O presidente CIM-AMREC, prefeito de Siderópolis, Hélio Roberto Cesa e o prefeito interino de Criciúma, Tita Beloli, acompanharam todo o procedimento.

O serviço terá contrato de 12 meses, onde a empresa fornecerá o pessoal e os materiais médicos e medicamentos. Estão previstos na operação um médico e um enfermeiro que ficarão de prontidão por 12 horas na base do SAER, 07 dias por semana. O contrato ainda prevê um farmacêutico disponível por 20 horas semanais. O Sarasul vai atender toda a Mesorregião Sul Catarinense (AMREC, AMESC e AMUREL), assegurando serviços de urgência e emergência gratuita exclusiva aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.