Santuário de Içara realiza ação entre amigos com sorteio do relíquia

Veículo VW/TL original, modelo 1972 é o prêmio principal. Dinheiro arrecadado será revertido para obras no local

Adriana Silva Fotografia / Colaboração
- PUBLICIDADE -

 

Érik Borges

- PUBLICIDADE -

Içara

Uma ação entre amigos está sendo promovida pelo reitor do Santuário Sagrado Coração Misericordioso de Jesus, em Içara, padre Antônio Vander. O intuito de sortear um automóvel VW/TL original, modelo 1972 e um novilho (Red Angus) é arrecadar dinheiro para as obras em andamento no local, que fica na comunidade de Morro Bonito, próximo à ICR-253.

“Tiriça” é o nome escolhido para o automóvel, que já desperta interesse de dezenas de colecionadores e população em geral. “Você é convidado a colaborar conosco, a nos ajudar nesta ação entre amigos em prol do nosso Santuário. Adquira uma ação entre amigos, participe conosco, ajude o nosso santuário e você poderá levar o Tiriça do padre”, declara o reitor do santuário, padre Antônio Vander.

Todo o valor arrecadado está em função das obras do santuário, assim como todas as ajudas e doações recebidas ao longo do ano. “Devido à pandemia e todo recesso que tivemos com as missas, tudo é revertido em benefício do Santuário”, diz Vander.

As rifas podem ser adquiridas através do contato com a Comissão de Assuntos Econômicos do Santuário, na Secretaria do Santuário ou no final das missas. O telefone para mais informações é o (48) 3432-1490.

Foram impressos dois mil bilhetes. O valor é de R$ 10. O sorteio ocorre no dia 10 de janeiro, às 18h, através de uma “live” promovida pelo Santuário Sagrado Coração de Jesus. O “Tiriça” é uma doação de um fiel católico que se dispôs a ajudar na realização da rifa.

O veículo contém placas pretas, ou seja, é caracterizado como automóvel de coleção. A obtenção de uma placa preta exige que o proprietário tenha um Certificado de Originalidade para o seu carro antigo.

Esse documento atesta que o veículo foi fabricado há mais de 30 anos, conserva suas características originais de fabricação e integra uma coleção. O Certificado de Originalidade é reconhecido pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e emitido por uma entidade credenciada e reconhecida pelo Denatran.

Isso torna o veículo ainda mais raro. Porque, com a resolução 780 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), que definiu as regras para as novas placas (do Mercosul), automaticamente extinguiu a famosa placa preta. Agora a placa para veículos de coleção tem fundo branco e letras prateadas.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.