Praias do Sul registram movimento intenso

Fluxo de visitantes na orla supera as expectativas, mas é abaixo dos outros anos

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Arroio do Silva/ Laguna/ Balneário Rincão

Um verão atípico, assim como todas as estações desse ano. Apesar de o período de intenso calor ser propício para ida às orlas, com a pandemia causada pelo coronavírus, muitas pessoas temem pelas consequências da doença. Em Balneário Rincão, um dos principais destinos dos moradores da Região Carbonífera (Amrec), a movimentação dos veranistas não é abaixo dos outros anos, porém, na faixa de areia e no mar, o número de turistas é menor.

- PUBLICIDADE -

“No Rincão, chega o Natal, acaba horário estendido do comércio, as pessoas vêm com mais frequência e ficam. Muitos têm casas aqui, tanto é que a gente tem 12 mil habitantes e eleva durante esse período para 150, 180 mil visitantes. Nesse fim de semana, início de temporada, as pessoas não deixaram de vir para o Balneário. O que percebi é que as pessoas, a maioria, estão se cuidando, tomando precauções, mantendo o distanciamento”, explica o diretor de eventos de Balneário Rincão, Fernando Casagrande.

Conforme decreto do Estado, as normas para evitar a propagação do coronavírus devem ser mantidas nas praias. “Fui à orla várias vezes e percebi que as pessoas usam as máscaras, mantém o distanciamento. A movimentação não diminuiu, a gente sabe que esse ano seria diferenciado, mas os veranistas não deixaram de vir. Bastante movimento também no Calçadão, a fiscalização está passando direto com o carro de som. Foi um início de temporada, final de ano, claro, atípico por conta da pandemia, mas não percebemos diminuição da movimentação”, acrescenta Casagrande.

Gastronomia segue normalmente

O município também conta com diversos estabelecimentos, entre eles gastronômicos, à disposição dos visitantes e, com a chegada do verão, a economia acaba sendo fortalecida. “As pessoas estão tendo consciência e se cuidando. As crianças com os pais, as pessoas caminhando, correndo e andando de bicicleta com máscara. A movimentação está intensa e boa. O comércio cheio, a parte gastronômica também, as pessoas estão respeitando o distanciamento e os comerciantes estão tomando todos os cuidados”, comenta o diretor.

Competições esportivas canceladas

Conforme o decreto 155/2020 assinado em Balneário Rincão, todos os eventos oficiais e particulares e eventos desportivos na orla forma cancelados. “As competições traziam um público legal. O Praião, o Suíço da Zona Sul, os campeonatos de Beach Tênis, Surfe e Handebol Beach. Claro, não tendo essas tradicionais competições, acaba diminuindo o nível de visitantes, visitantes são turistas, mas os nossos veranistas vêm de Criciúma e Amrec e esses continuam vindo”, enfatiza o diretor.

Laguna segue com movimentação

A 89 quilômetros de Criciúma fica localizado o município de Laguna, também conhecido por ser destino de muitos moradores da Amrec. Dono de belas opções como a praia do Mar Grosso, do Cardoso, Galheta, do Sol, da Teresa e outras tantas, recebe milhares de visitantes durante o verão. De acordo com o secretário de Turismo e Lazer, Evandro Carneiro Flora, o número de veranistas nessa temporada foi cerca de 15% abaixo do normal. “Nada que seja muito notável”, disse.

Ainda conforme Flora, o município é propício para o lazer e turismo, o que mantém os números positivos mesmo em meio à crise do coronavírus. “A praia do Mar Grosso estava lotada. Laguna sempre foi um destino turístico, é natural esse movimento. Claro, tem a pandemia, mas nós já esperávamos porque cerca de 80% dos apartamentos que temos já estão ocupados por veranistas”, analisa.

O que mais chama atenção de Flora é a diminuição dos turistas, pessoas que vêm de lugares mais distantes de Laguna e permanecem por poucos dias. Esses, segundo o secretário, vieram com menor intensidade neste ano à orla. “Diminuiu uma certa porcentagem. Esses de longe realmente diminuiu”, finaliza.

Arroio do Silva registra aumento

Assim como Laguna e Balneário Rincão, Arroio do Silva, pertencente à Região do Extremo Sul Catarinense (Amesc), teve uma boa movimentação de visitantes no último fim de semana. “Registramos um aumento significativo, tanto no comercio quanto na orla. Estamos pedindo para que todos tomem os cuidados necessários para com a Covid-19. Na praia, estamos pedindo um distanciamento mínimo de 3 metros ou que os banhistas fiquem o mais distante possível”, comenta o secretário de Turismo, Joey Ramone da Silva.

O movimento gera um alerta quanto à pandemia, visto que a aglomeração de pessoas é um fator preponderante para disseminação do vírus. “Não foi um aumento que sempre temos, mas foi bem significativo, isso mostra as dificuldades que vamos enfrentar em 2021. O trabalho voltado divulgação de informação e as campanhas de prevenção à Covid-19 vão ser fundamentais nesta temporada”, enfatiza Ramone.

Em Balneário Arroio do Silva, os visitantes podem se dividir entre os 22 quilômetros de orla. Mas, a recomendação é que todos tomem os cuidados necessários, incluindo o distanciamento na faixa de areia. Os artesãos, já conhecidos por estarem na praça central do município, atendem diariamente das 16 às 22 horas, seguindo todos os protocolos no combate à Covid-19.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.