Manifestantes se reúnem em protesto antifascista e contra o racismo

Aproximadamente 150 pessoas saíram da rodoviária de Criciúma em direção à Praça Nereu Ramos na manhã deste domingo, dia 7

Foto: Marco Búrigo
- PUBLICIDADE -

Criciúma

Inúmeras pessoas se reuniram na manhã deste domingo, dia 7, em Criciúma, para uma passeata em prol da democracia e contra o racismo e fascismo. Manifestantes saíram por volta das 9h da rodoviária em direção à Praça Nereu Ramos.

- PUBLICIDADE -

O protesto, motivado pelas manifestações que rodam o mundo, após o assassinato de George Flyod por um agente policial, em Minnesota, Estados Unidos, reuniu aproximadamente 150 pessoas, com cartazes e coros antifascistas, antirracistas, além de outras causas, como a homofobia e o machismo.

Durante a manifestação, assassinatos como de Marielle Franco, ainda não solucionado, e de João Pedro, 14 anos, morto a tiros em ação policial em uma favela no Rio de Janeiro, foram relembrados.

A ação contou com apoio da Polícia Militar, que trancou o trânsito da Avenida Centenário.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.