Imbituba: dois estabelecimentos são interditados no fim de semana

Os agentes de fiscalização identificaram diversas infrações cometidas, como a falta de distanciamento entre as mesas e a superlotação nos dois estabecimentos

Foto: Divulgação / Fiscalização Covid-19

- PUBLICIDADE -

Em continuidade as ações de combate as aglomerações no município, que iniciaram na Praia do Rosa na semana passada, as equipes da Vigilância Sanitária e da fiscalização Covid-19 da Prefeitura de Imbituba, com o apoio das polícias, Civil e Militar, interditaram dois estabelecimentos da cidade entre a noite de sábado (26) e a madrugada de domingo (27). Ambas as casas ficam localizadas na Avenida Beira Mar da Praia da Vila.

Os agentes de fiscalização identificaram diversas infrações cometidas, entre elas, a falta de distanciamento entre as mesas e a superlotação nos dois estabecimentos. Em uma das casas noturnas, já na noite de sexta feira (25), foram lavrados dois termos, de Advertência e Circunstanciado (TC).

- PUBLICIDADE -

Segundo os fiscais, nos dois locais, não havia controle de acesso e, o resultado disso foi a superlotação. Apesar da orientação prestada pelos agentes sanitários, não houve respeito aos decretos vigentes, por isso, ambos os locais foram fechados até segunda ordem.

As fiscalizações e, possíveis autuações e interdições permanecerão nas festas de fim de ano e durante toda a temporada de verão. O objetivo é evitar o risco da propagação do novo coronavírus.

No domingo do dia 20 de dezembro, uma pizzaria na Praia do Rosa foi interditada por ter infringido os decretos vigentes. No local, foi realizada uma festa para 200 pessoas, o que não é permitido em virtude da matriz de risco gravíssima da qual se encontra a região da AMUREL.

Via: Munícipio de Imbituba

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.