Governo de Criciúma tem “fundo soberano” para adquirir vacinas da Covid

São R$ 20 milhões reservados do orçamento municipal para que, assim haja liberação da Agência Nacional de Vigilânsia Sanitária (Anvisa). Criciúma compre as vacinas

- PUBLICIDADE -

Érik Borges
Criciúma

“Fundo soberano”. Assim é denominado o valor inicial de R$ 10 milhões (podendo ser estendido para R$ 20 milhões) que a Prefeitura de Criciúma reservou para a aquisição futura das vacinas contra a Covid-19, assim que elas forem liberadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

- PUBLICIDADE -

“Não vamos ficar de braços cruzados enquanto tem dois brigando para saber qual vacina vai ser aplicada. O que interessa é que a população seja imunizada. o Governo Municipal vai comprar a vacina e vai imunizar a população”, afirma o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro. O prefeito se referiu a “dois brigando” em alusão ao presidente Jair Bolsonaro e ao governador João Dória, que são rivais políticos e protagonizam uma polêmica a respeito da liberação de uma vacina em parceria com o Instituto Butantan.

A matéria completa poderá ser lida no Jornal TN desta quarta-feira, dia 16.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.