Ex-ministro Nelson Teich fala sobre a saúde no Brasil em evento da Unesc

Teich participou de atividade virtual em comemoração aos 20 anos do curso de Farmácia

Foto: Mayara Cardoso
- PUBLICIDADE -

A experiência e o conhecimento do ex-ministro da Saúde Nelson Teich foram o foco das atenções, na noite desta quinta-feira (24), em mais uma atividade da Jornada Acadêmica do curso de Farmácia da Unesc, em edição que celebra os 20 anos do curso. O evento, que foi transmitido ao vivo pelo YouTube no canal Unesc TV, contou com a participação de acadêmicos e professores da Universidade, além da comunidade externa, que pôde interagir e deixar questionamentos ao ex-ministro.

Uma das mais aguardadas dentro da programação especial da Jornada Acadêmica, a fala de Teich se voltou especialmente ao momento vivido no país e no mundo no enfrentamento a pandemia, com avaliações da abordagem realizada e do trabalho feito à frente do Ministério, desde as decisões de ingressar e, posteriormente, de deixar a função, até seu posicionamento sobre a polêmica do uso da hidroxicloroquina.

- PUBLICIDADE -

A visão de Nelson sobre a saúde coletiva, para a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, se encaixa com aquilo que os estudos na Universidade apontam. “É uma fala que me representa muito e os estudos que fazemos. Nós pesquisamos muito toda essa lógica da gestão dos serviços e a fala de Nelson nesse sentido é muito significativa”, destacou Luciane, que fez questão de agradecer grandemente a presença e o aceite do ex-ministro em participar da atividade da Universidade.

Sobre uma das principais expectativas da comunidade, a chegada da vacina que imunize as pessoas contra a Covid-19, Nelson foi claro ao pedir cautela. “A gente ainda tem muita incerteza, muito o que aprender e a expectativa da vacina precisa ser muito trabalhada. Não podemos assumir que a vacina irá com certeza sair e essa coisa de tentar acertar o futuro não é o caminho. Temos que ser esperançosos, otimistas, mas não trabalhar a vacina como sendo a solução para tudo”, destacou.

O equilíbrio entre o “fazer política” e “fazer saúde”, conforme o ex-ministro é tênue, mas muito necessário, em especial em um momento de tamanho impacto como o atual. “A política e os gestores são fundamentais. Isso é importante também para discutirmos sobre a diferença entre o coletivo e o individual. A gestão ideal é aquela em que você dá ao máximo para o indivíduo sem sacrificar o todo. Isso é muito fácil de falar e difícil de fazer”, destacou.

Para Nelson, a oportunidade de discutir educação e saúde e compartilhar seus conhecimentos é sempre uma honra. “Tudo o que eu faço hoje é em busca de levar informação”, completou.

Na avaliação da coordenadora-adjunta do curso de Farmácia, Silvia Dal Bó, a noite de troca de conhecimento foi motivo de grande orgulho. “Foi uma honra receber o ex-ministro para abrilhantar ainda mais a nossa Jornada. Celebrar o curso de Farmácia é lembrar que essa é uma história construída por professores sempre muito engajados junto da equipe completa da Universidade que trabalha com afinco na formação de profissionais que fazem tão bonito lá fora. Só temos a agradecer por mais uma celebração especial”, salientou.

O bate papo com Nelson Teich foi mediado pela presidente do Centro Acadêmico do Curso, Gabrielly Ricken da Silva e todo o conteúdo segue disponível no YouTube para quem quiser conferir a fala completa do ex-ministro.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.