Estadual: Governador Moisés anuncia retomada gradual das atividades

Veja o que voltará a funcionar em Santa Catarina ao longo das próximas semanas

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

O governo de Santa Catarina anunciou na manhã de segunda-feira (1º) um decreto com novas novas medidas para conter o avanço do coronavírus no Estado. A partir de 8 de junho, será aplicado um plano de gestão regionalizada, nos quais os municípios poderão decidir, em conjunto com o governo estadual, a reabertura gradual de atividades como transporte e aulas práticas em cursos superiores.

Confira o que voltará a funcionar ao longo das próximas semanas:

- PUBLICIDADE -

Ônibus

A partir do próximo dia 8, a circulação do transporte coletivo municipal e intermunicipal volta a ser liberada. O transporte interestadual, por sua vez, continua suspenso até 2 de agosto.

Aulas
As aulas presenciais seguem proibidas até 2 de agosto. A medida vale para unidades da rede pública e privada, relacionadas à educação infantil, ensino fundamental, nível médio, educação de jovens e adultos (EJA), ensino técnico e ensino superior. Está liberada as aulas presenciais de cursos superiores por meio de ato conjunto dos Secretários de Estado da Saúde e da Educação a partir de 6 de julho.
Esportes
A suspensão de eventos esportivos organizados pela Fundação Catarinense de Esporte (FESPORTE), bem como o acesso público a eventos e competições de iniciativa privada, é válida até o dia 5 de julho. Com isso, a tendência é de que o Campeonato Catarinense seja retomado no dia 6.
Eventos e shows
Atividades em cinemas, teatros, casas noturnas, museus, parques temáticos, bem como a realização de eventos, shows e espetáculos que acarretam em reunião de público, estão suspensas até o dia 5 de julho.
-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.