Dia do Servidor Público: anos dedicados à educação criciumense

Nelma Joaquim Sabino, de 62 anos, atua como professora do ensino infantil há mais de 20 anos

Foto: Guilherme Cordeiro/ TN
- PUBLICIDADE -

Criciúma

Grande parte dos servidores públicos estão concentrados na área educacional. Este é o caso da professora Nelma Joaquim Sabino, de 62 anos, que atua como professora do ensino infantil há mais de 20 anos. “Eu comecei a trabalhar como professora na Associação Feminina de Assistência Social de Criciúma (Afasc) em 1982. Depois passei no concurso em 2000. Como educadores, nós tivemos bastante progresso, o trabalho e o curso em si”, avalia.

- PUBLICIDADE -

Trabalhar na área da educação, apesar das dificuldades no dia a dia, sempre foi motivo de orgulho e satisfação. “Eu gosto daquilo que eu faço, faço com amor mesmo porque gosto. Estar em sala de aula, para mim, é uma realização. Gosto de ser alfabetizadora, gosto de ensinar os meus alunos, sempre gostei”, ressalta Nelma.

A servidora está próxima da aposentaria, apenas aguardando a liberação para dar andamento ao processo. Estando tão perto de concluir sua contribuição com o município, o sentimento é de dever cumprido e alegria. “Como professora e servidora tem que gostar e saber renovar, estar sempre em mudança. A escola, principalmente, está sempre em processo, ela não fica estatística”, finaliza.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.