Cultura e tradição preservadas com o Terno de Reis

Cantoria mantida por grupos como o União das Famílias, de Balneário Rincão, pode ser ouvida em ruas e casas do sul catarinense durante esta época do ano

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Balneário Rincão

Conforme chega o anoitecer, iniciam os preparativos para mais uma noite de cantorias pelas ruas da região. Devidamente uniformizados e carregando instrumentos musicais, os 20 integrantes do Grupo de Cantores de Terno de Reis União das Famílias, de Balneário Rincão, saem para visitar as casas e preservar uma cultura herdada dos antepassados açorianos. Nesta época do ano, quando o 6 de janeiro se aproxima, as noites no Sul do estado se tornam mais alegres e marcadas por emoção.

- PUBLICIDADE -

O grupo de Balneário Rincão está entre os que preservam há anos a tradição folclórica do Terno de Reis no sul catarinense. O festejo remete à passagem bíblica da visita dos três reis magos ao menino Jesus, rememorada nesta segunda-feira. “Desde o Natal nós estamos na estrada fazendo as cantorias casa a casa. O padre da paróquia de Balneário Rincão também nos acompanha. E a programação encerra no dia 6. Inclusive, nesses dias, vamos cantar missas de Reis pela região”, conta o sanfoneiro do União das Famílias, Fábio Freitas.

Nessa sexta-feira, 3, por exemplo, o grupo cantou a missa de Reis na comunidade de Mina do Mato, em Criciúma. No sábado, 4, as visitas ocorreram em residências de Balneário Rincão, unindo o Terno de Reis e a bandeira do Divino. Neste domingo, 5, as cantorias serão no Santuário do Sagrado Coração Misericordioso de Jesus, em Içara, e no Rincão. Na segunda-feira, 6, ponto alto dos festejos, a programação encerra na Zona Sul do município.

Surpresa aos moradores

Além de visitas já programadas durante o ano, o Terno de Reis também chega de surpresa às residências, alegrando os moradores. Porém, de acordo com o sanfoneiro, não faltam pedidos de quem deseja receber o grupo na própria residência. “É uma cultura diferente. As cantorias são diferentes, pois são cantorias preditórias. E temos os três reis magos que nos acompanham, em uma representação levando o ouro, o incenso e a mirra. Então unimos a tradição, a cultura e a parte da religiosidade”, evidencia.

Confira a reportagem completa na edição deste fim de semana do jornal Tribuna de Notícias. 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Balneário Rincão

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.