Criciúma: Postes no meio da rua atrapalham motoristas

Responsabilidade do deslocamento é da Celesc

Foto: Guilherme Cordeiro/ TN
- PUBLICIDADE -

Criciúma

No bairro Santo Antônio, em Criciúma, uma situação tem desagradado os moradores da comunidade. Postes de energia elétrica estão localizados no meio da rua, que passa por obras de pavimentação. A responsabilidade da retirada é da Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc).

- PUBLICIDADE -

De acordo com a moradora Nadir Savi, essa situação se estende por mais de 20 dias. “Os moradores aceitaram fazer a estrada assim para depois eles tirarem, já foi solicitado à Celesc, mas nada ainda”, desabafa.

Alta demanda ocasiona situação

Segundo a secretária de Obras de Criciúma, Kátia Smielevski, inúmeras ruas antigas estão sendo pavimentadas. “Alguns postes ficam dentro da pista, não é só ali, tem em diversos locais, temos atuado bastante com a Celesc. Naquele caso (Santo Antônio), a gente encaminha uma solicitação de projeto para deslocamento do poste, a Celesc faz o projeto, passa o orçamento para nós, o município avalia e autoriza mediante a um pagamento”, explica.

Após a autorização, a própria Celesc se organiza para priorizar os serviços no município. “É uma programação deles. Também devo dizer que nós estamos pavimentados 300 ruas ao mesmo tempo. Então temos vários empreiteiros e frentes de trabalho e eles têm outras demandas, a gente tem tido uma parceria com a Celesc”, acrescenta a secretária.

Celesc garante que fará retirada

De acordo com o chefe da divisão técnica do núcleo do Sul catarinense da Celesc, Zulnei Casagrande, a demanda será atendida conforme cronograma. “Esses postes estão na programação, o mau tempo está atrapalhando, mas eles serão deslocados, já está tudo certo. Nós temos prazos regulatórios e os desligamentos precisam ser respeitados, não podemos retirar à vontade, mas eles estão na programação, será tudo executado ali”, enfatiza.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.