Criciúma: O melhor saldo de empregos do ano

Em outubro, os 12 municípios da Amrec somaram 1.663 novos postos de trabalho com carteira assinada. Número supera o resultado de fevereiro

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

A retomada econômica da Região Carbonífera se consolidou no mês de outubro. O Ministério da Economia divulgou nessa quinta-feira, 26, os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), referentes ao décimo mês do ano, e os números são os melhores apresentados em 2020. Na soma, os 12 municípios contabilizaram 1.663 novos postos de trabalho com carteira assinada.

O somatório de setembro já havia sido o terceiro melhor do ano, com 1.396 novos empregos formais. No entanto, o segundo maior de número de vagas da região em 2020 veio ainda em agosto, quando foram abertos 1.473 novos postos de trabalho formais. A maior alta do ano chegou no mês passado. “O cenário já desenhava que teríamos em outubro um saldo maior do que em setembro e isso se confirmou, mostrando que as empresas da Região Carbonífera vêm se recuperando e conseguindo retomar as contratações, cada vez em maior volume”, aponta o presidente da Associação Empresarial de Criciúma (Acic), Moacir Dagostin.

Conforme Dagostin, os dados demonstram a importância de manter as atividades econômicas. “Não podemos correr o risco de uma nova paralisação. Por isso, todos nós devemos fazer a nossa parte para evitar a disseminação do coronavírus. Além de assegurar os empregos, é preciso preservar a saúde”, reforça.”, ressalta.

Agora um número maior de admissões

Com o desempenho de outubro, a Região Carbonífera registra, no acumulado do ano, saldo positivo de 3.287 empregos, puxado principalmente por Içara, que entre janeiro e o mês passado acumulou 1.202 admissões a mais que desligamentos. A seguir, aparecem Urussanga, com 652, e Forquilhinha, com 468.

Maior cidade da região, Criciúma reverteu o número e agora tem 199 admissões a mais que demissões no acumulado do ano. A recuperação veio mês a mês, tanto que o saldo de outubro, responsável pela reviravolta em 2020, foi de 695 admissões.

Entre os demais municípios da região, apenas um tem saldo negativo de empregos no acumulado do ano: Cocal do Sul (95). Todas as demais cidades da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) apresentam números positivos em 2020.

Nos dados do Novo Caged, divulgados na quinta-feira, a Amrec e a Amesc tiveram, juntas, um saldo positivo de 2.072 admissões no mês de outubro. Foram 8.628 contratados e 6.556 demitidos. No acumulado do ano, entre janeiro e outubro, as duas regiões apresentam um acumulado de 2.918 admissões – levando em consideração o número de profissionais contratados e desligados em 2020. É o segundo número positivo do ano.

Dados são totalmente positivos

Em Santa Catarina, o mês de setembro teve um saldo positivo de 24.827 admissões. Porém, o acumulado do ano ainda é negativo em 4.014 demissões. No total de 2020 são 690.381 contratações e 694.395 desligamentos.

Com isso, o total de empregos com carteira no Brasil chegou a 38.638.484, o que representa aumento de 1,03% em relação a setembro. Em 2020, porém, o balanço ainda é negativo: nos dez primeiros meses do ano, foram perdidos 171.139 empregos, em meio à crise causada pela pandemia de coronavírus.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.