Criciúma: Lojistas ainda calculam prejuízos

CDL ainda não tem dados sobre os prejuízos

Estragos ainda não tinham sido reparados até o meio da tarde (Foto: Guilherme Cordeiro/TN)

- PUBLICIDADE -

Após o roubo a agência do Banco do Brasil nessa terça-feira, dia 1º, os prejuízos pelo Centro de Criciúma permaneceram. As vitrines de lojas foram quebradas pelos disparos das armas de fogo.

Os prejuízos que foram causados pelo ataque a CDL ainda não calculou. Os lojistas continuam as vendas nessa quarta-feira, 2, as vendas não foram afetadas pelo ataque.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.