Criciúma: Hospital São José receberá dez respiradores do governo de SC

Os critérios da entrega respeitam a taxa de ocupação de leitos e o número de casos positivados das últimas 48 horas

Foto: Lucas Colombo / TN

- PUBLICIDADE -

Criciúma

O Hospital São José de Criciúma contará com mais dez respiradores enviados pelo Governo de Santa Catarina para tratamento do novo coronavírus (Covid-19). Os equipamentos foram adquiridos da WEG S.A – empresa de Jaraguá do Sul –, nesta terça-feira, dia 26, em uma força-tarefa que envolveu equipes do Governo do Estado e iniciativa privada. A distribuição começa nesta quarta-feira, dia 27, para hospitais da rede SUS de todas as macrorregiões catarinenses. Este é o primeiro lote com 100 de 500 novos respiradores comprados.

- PUBLICIDADE -

“Esse é mais um passo importante no combate ao coronavírus. Com esses novos respiradores avançamos na nossa prioridade que é proteger a vida e garantir o atendimento aos catarinenses”, reforça o governador Carlos Moisés.

Critérios de entrega dos equipamentos

De acordo com a Secretaria do Estado da Saúde, os critérios da entrega respeitam a taxa de ocupação de leitos e o número de casos positivados das últimas 48 horas. Outros sete equipamentos permanecerão como reserva técnica para suprir eventuais situações de emergência.

Saiba para quais unidades serão destinados os demais respiradores pulmonares:

  • 10 unidades para Hospital São José (Joinville)
  • 10 unidades para Hospital Regional do Oeste (Chapecó)
  • 20 unidades para Hospital Marieta Konder Bornhausen (Itajaí)
  • 10 unidades para Hospital São José (Criciúma)
  • 13 unidades para Hospital e Maternidade Tereza Ramos (Lages)
  • 10 unidades para Hospital Terezinha Gaio Basso (São Miguel do Oeste)
  • 10 unidades para Hospital OASE (Timbó)
  • 10 unidades para Hospital Azambuja (Brusque)

Os 500 respiradores foram adquiridos em tempo hábil para o enfrentamento ao Covid-19, graças à fundamentação técnica feita pela Superintendência de Vigilância em Saúde da Secretaria, junto à Anvisa, que permitiu celeridade no processo.

“É uma entrega fundamental e que irá reforçar o nosso atendimento hospitalar em diversas regiões, possibilitando a ampliação do acesso da população aos serviços de saúde”, destaca o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.