Criciúma: Bancários protestam contra demissão no Santander

Banco havia anunciado que não efetuaria nenhum desligamento durante a pandemia

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

Um protesto foi realizado pelo Sindicato dos Bancários de Criciúma e Região em frente a agência do Banco Santander na manhã dessa terça-feira, dia 23. O motivo é uma demissão de uma funcionária em meio à pandemia do coronavírus. Os manifestantes levaram uma faixa com os dizeres “As demissões acontecem em todo o país, mesmo após o banco ter assumido compromisso com os sindicatos de que não demitiria funcionários durante pandemia do Covid 19”.

A presidente do Sindicato, Dirceia de Mello Locatelli, enaltece que o banco teve “R$ 14,5 bilhões de lucro no ano de 2019”. Segundo ela, foi anunciado em 24 de março que não seria efetuado nenhum desligamento durante a pandemia. “A preservação do emprego foi uma reivindicação apresentada pelo movimento sindical aos bancos, em função da propagação da doença causada pelo novo coronavírus”, destacou a presidente.

- PUBLICIDADE -

Os protestos aconteceram em várias regiões do país para denunciar as cobranças de metas inatingíveis e a demissão dos funcionários praticadas pela empresa.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.