Criciúma: 26 quilômetros da SC-443 passam por reparos

Rodovia que liga Criciúma a Morro da Fumaça vem recebendo investimentos da Secretaria Estadual de Infraestrutura

Rodovia está em meia-pista desde a semana passada (Foto: Gustavo Milioli / TN)
- PUBLICIDADE -

A SC-443, que liga Criciúma a Morro da Fumaça, desde a última semana vem passando por melhorias no asfalto. Todos os 26 quilômetros da rodovia estadual, que segue até o município de Sangão, receberão os trabalhos da Secretaria de Infraestrutura ().

Atualmente, o trecho que está recebendo obras fica na altura do bairro Linha Anta, em Criciúma. O fluxo permanece em meia-pista enquanto os homens estiverem trabalhando. A expectativa da secretaria é finalizar os reparos até o fim de outubro, no quilômetro 0 da rodovia, em Sangão.

- PUBLICIDADE -

“Os trabalhos seguirão por sete dias na semana, menos quando estiver chovendo. Não faz parte de nenhum projeto em específico, é do nosso planejamento de manutenção rotineira. Nos últimos meses o contrato de manutenção da nossa coordenadoria passou a receber um montante mais elevado, o que nos permite a realizar um serviço com um pouco mais de repercussão”, assinala Gustavo Taufembach, coordernador regional Sul da SIE.

No mês passado a coordenadoria já havia revitalizado o trecho da rodovia que liga Nova Veneza à Forquilhinha. “Ficou muito bom, padrão. Depois desta via iniciaremos as obras na rota de Orleans a Tubarão, pela SC-390, onde temos a intenção de fazer uma recuperação desse mesmo porte”, comenta Taufembach.

Mais investimentos estaduais para asfaltar a SC-442

Outra rodovia estadual do Sul receberá obras. O governador Carlos Moisés esteve em Cocal do Sul na sexta-feira para lançar o edital de finalização das duas extremidades da SC-442, entre Cocal do Sul e o distrito de Estação Cocal, em Morro da Fumaça.

O total a ser asfaltado é de quase quatro quilômetros, sendo 762 metros em Cocal do Sul e 3,2 quilômetros no contorno do distrito de Estação Cocal. A previsão é que todo o trabalho seja finalizado 12 meses após a assinatura da ordem de serviço. A contratação da empresa ocorrerá por meio de um Regime Diferenciado de Contratação Integrada (RDCI). Dessa forma, a mesma contratada realizará o projeto e a execução.

O secretário de Estado da Infraestrutura, Thiago Vieira, reforçou que as obras foram paralisadas em 2017. Segundo ele, a SC-442 representa um pouco de como a atual gestão recebeu o Estado. “Estava tudo pela metade. Agora, vamos fazer essa ligação entre a SC-108 e a BR-101, passando por Morro da Fumaça, para destravar esse nó logístico. Não dá para transitar em uma rodovia estadual nessas condições. Esse é um compromisso do governador Moisés: investir em infraestrutura, trazendo segurança e desenvolvimento para todas as regiões”, destaca Vieira.

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.