Chame o síndico e parabenize-o: hoje é o dia dele

O 30 de novembro é a data nacional da figura que administra e soluciona os conflitos dos condomínios; em Criciúma, empresa especializada atende 140 prédios

Zilson Raasch é síndico há seis anos do prédio em que mora (Foto: Guilherme Cordeiro/TN)
- PUBLICIDADE -

“Chama o síndico” é uma frase recorrente no dia a dia dos condomínios e foi eternizada pelo músico Jorge Ben Jor, na música W/Brasil. A letra refere-se ao talvez mais famoso “síndico” brasileiro, Tim Maia, cujo apelido, segundo conta a história popular da música brasileira, foi inventado por Jorge Ben ver no amigo traços de uma personalidade “que gostava de colocar ordem nas coisas”.

Também conta a história popular que anos após o lanamento da música W/Brasil em 1990, Tim Maia tornou-se de fato o síndico do prédio em que vivia na Barra da Tijuca. Se foi ou não um bom síndico, é outra discussão e talvez não haja argumentos para dizer que sim e nem que não.

- PUBLICIDADE -

Aliás, a discussão sobre o que é um bom ou mau síndico depende do ponto de vista. Há os que prezem pela economia, uma resposta aos moradores ansiosos por uma fatura mais baixa no condomínio. Outros optam por uma administração mais vistosa, em busca de melhorias para o prédio. Bom ou mau, gastador ou econômico, essa segunda-feira, é o dia de parabenizá-los: 30 de novembro é o Dia do Síndico no Brasil.

Serviço de síndico profissional

Em meio à intensiva expansão imobiliária em Criciúma, surgiu há aproximadamente 25 anos a Contap, empresa administradora de condomínios.

A empresa oferece o auxílio administrativo e financeiro, além do serviço de síndico profissional. Atualmente, são cerca de 140 condomínios em Criciúma e região sob administração da Contap.

mínio com 32 apartamentos, é um dos clientes da Contap. O síndico Zilson Raasch, de 67 anos, recebeu no hall de entrada a reportagem numa quinta-feira de temporal em Criciúma para falar sobre o dia a dia de um síndico.

O espaço equipado com dois sofás, lustre, tapete, uma mesa central e decoração natalina foi uma das melhorias criadas pela gestão de Zilson à frente do condomínio, cuja fatura é entre R$ 600 e R$ 700. O prédio tem garagem com duas vagas por apartamento, salão de festas e jogos, playground e academia.

Confira a reportagem completa na edição impressa do jornal Tribuna de Notícias desta segunda-feira, 30.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.