Casan: Mais de 80% das ligações de esgoto do São Luiz estão instaladas

Foto: Eloise de Lima
- PUBLICIDADE -

Criciúma

A Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (CASAN) segue realizando a ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) de Criciúma no bairro São Luiz. As obras de implantação da rede coletora chegaram a 72% e as ligações domiciliares, onde o morador fará a conexão do seu esgoto residencial, estão 84% concluídas.

- PUBLICIDADE -

Os trabalhos da rede de saneamento estão com prazo de finalização para o primeiro semestre de 2021 e estão sendo executados em paralelo à implantação do sistema Binário da Avenida Santos Dumont.

Na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do bairro Santa Luzia as obras estão na segunda etapa de execução, com serviços na Casa de Sopradores, que faz parte do novo Tanque de Aeração.

É no Tanque de Aeração que a matéria orgânica presente no esgoto é degradada pela ação de micro-organismos que necessitam de oxigênio para realizar suas funções. O oxigênio necessário para que este processo ocorra é fornecido pelo sistema de sopradores.

Essa é uma das etapas do processo de tratamento, garantindo a depuração para que o efluente final possa retornar ao ambiente em conformidade com os padrões exigidos pela legislação ambiental.

Com as ampliações no bairro São Luiz, e também na Região da Grande Próspera, Criciúma chegará a um índice de 45% de coleta e tratamento de esgotos.

Obras nas ruas

Esta semana os trabalhos de assentamento da tubulação da rede coletora estão concentrados nas ruas Júlio de Castilho e Pinheiro Machado.

A Companhia reforça que os motoristas que passarem por essas vias deverão ficar atentos, pois o trânsito fica parcialmente interrompido sempre entre esquinas, para não atrapalhar o fluxo de veículos.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.