Campanha tenta evitar aglomeração na Barragem do Rio São Bento

O trabalho de orientação está sendo liderado pela Comissão de Acompanhamento, Controle, Prevenção e Monitoramento do coronavírus (Covid-19) do Governo de Siderópolis, em parceria com a CASAN


- PUBLICIDADE -

Com o objetivo de evitar aglomerações na área da Barragem do Rio São Bento, a Prefeitura Municipal de Siderópolis tem feito campanhas de conscientização na região. Cartão-postal do Sul do Estado, mirante tradicional de visitação, a Barragem deve ser evitada em momentos de maior procura habitual devido ao isolamento social ainda em vigor em Santa Catarina.

O trabalho de orientação está sendo liderado pela Comissão de Acompanhamento, Controle, Prevenção e Monitoramento do coronavírus (Covid-19) do Governo de Siderópolis, em parceria com a CASAN. No sábado e domingo passados, a Força-Tarefa contou com a participação da Secretaria Municipal de Saúde – Vigilância Epidemiológica e Vigilância Sanitária -, Departamento Municipal de Turismo, Defesa Civil e o auxílio da Polícia Militar.

- PUBLICIDADE -

“Limitamos o acesso ao mirante para grupos de até 15 pessoas por vez”, explica Jéssica Destro, Coordenadora Municipal de Proteção e Defesa Civil de Siderópolis. Em geral, os visitantes respeitam as orientações, aguardam a vez, observam o distanciamento mínimo e usam máscara.

Na lateral da Barragem, com acesso pela Rodovia SID-159, local em que pode ser visualizada a Torre da Igreja dentro da represa, a Polícia Militar se posicionou para alertar os visitantes quanto aos protocolos de prevenção à Covid-19.

A ação será repetida nesta quinta-feira, feriado de Corpus Christi, e no fim de semana novamente. Uma faixa produzida pela CASAN e Prefeitura, estendida na área de visitação, alerta: “Está em suas mãos evitar que o coronavírus se espalhe.  Evite aglomerações”.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.