Cadastro para restituição de valores do DPVAT 2020 inicia nesta quarta-feira

Seguradora Líder disponibiliza ferramenta para facilitar a devolução de valores pagos por proprietários de veículos antes da diminuição da taxa

Foto: Lucas Colombo/TN
- PUBLICIDADE -

Criciúma

Os proprietários de veículos que pagaram o antigo valor do Seguro DPVAT 2020 poderão, a partir de hoje, fazer o cadastro para receber a quantia excedente. A Seguradora Líder, que indeniza as vítimas de acidentes de trânsito no Brasil, disponibiliza uma ferramenta on-line para facilitar a restituição de quem pagou o prêmio antes da tarifa diminuir. Em Santa Catarina, são mais de 65 mil veículos nessa condição, enquanto no país são 1,9 milhão.

- PUBLICIDADE -

Assim, quem pagou o valor do DPVAT que estava em vigor até o dia 9 de janeiro precisa entrar no site da Seguradora Líder para ter acesso à restituição. Para fazer a solicitação, é preciso informar o CPF ou CNPJ, o Registro Nacional de Veículo Automotor (Renavam), e-mail, telefone, data em que foi realizado o pagamento e o valor despendido. Também são necessários os dados da conta corrente ou poupança do responsável, já que a devolução do dinheiro será feita por depósito.

De acordo com a seguradora, ao enviar a solicitação, o proprietário do veículo receberá, ainda no site, um número de protocolo para acompanhar o processo. Após o cadastro, a restituição será encaminhada em até dois dias úteis e dependerá da compensação bancária para a finalização.

 

Novas medidas

Desde o fim do ano passado, o seguro obrigatório passou a ser revisto pelo governo e alvo de ações no Supremo Tribunal Federal (STF). Após impasses, na última quinta-feira, 9, o ministro Dias Toffoli aceitou a liminar para a redução dos valores do DPVAT em 2020. Com isso, a taxa passou a ser de R$ 5,21 para carros e táxis e R$ 12,25 para motos, o que representa uma diminuição de 68% e 86%, respectivamente, em relação a 2019.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.