Assinada ordem de serviço para revitalização da rodovia Jorge Lacerda

A obra já está sofrendo alterações há 40 anos

Assinatura da ordem de serviço da rodovia Jorge Lacerda
- PUBLICIDADE -

Na manhã dessa quinta-feira, 10, foi assinada a ordem de serviço para a revitalização da rodovia Jorge Lacerda que faz a ligação entre Criciúma e a BR-101. “Depois de 40 anos uma obra importante para o desenvolvimento da nossa cidade, a porta de entrada da cidade , o acesso Sul principal, tinha que ser uma obra que realmente fosse a altura desse grande município chamado Criciúma”, declarou o prefeito Clésio Salvaro.

“Eu sei da importância dessa obra, pois já morei em Criciúma. Revitalizar a Jorge Lacerda é uma questão de salvar vidas, trazendo mais comodidade para os moradores. Eu compartilho da emoção de cada um hoje aqui. O momento é de agradecimento para todos aqueles que lutam pelo desenvolvimento do nosso Estado”, falou o governador Carlos Moisés

- PUBLICIDADE -

O valor para a execução dos serviços é de R$ 16,3 milhões, somando execução e supervisão.” Para os que moram aqui, vamos tornar em um área industrial de mais de 22 empresas, que vai gerar mais de 2.000 empregos obras por todos os campos, no Verdinho vamos pavimentar 100% das ruas”, enfatizou Salvaro.

O secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, lembrou que a rodovia Jorge Lacerda foi asfaltada há 40 anos e nunca recebeu manutenção adequada. Trata-se de um importante corredor logístico do Sul do Estado, pois atende também os municípios de Forquilhinha, Nova Veneza e Siderópolis. O prazo para a conclusão da obra é de 300 dias.

“Essa é uma rodovia que precisa desse trabalho de revitalização, pois o asfalto está bastante degradado e tem um tráfego pesado e intenso. O Governo do Estado fará a obra com recursos próprios. É importante salientar esse ponto, pois mostra o compromisso da atual administração tanto com a infraestrutura quanto com a gestão responsável. Nossos investimentos são escolhidos em parceria com as lideranças locais e no caso da Jorge Lacerda não foi diferente”, apontou Vieira.

 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.