Ações de combate à pandemia são intensificadas em Morro da Fumaça

Esta é uma ação entre Vigilância Sanitária, Defesa Civil e Polícia Militar de Morro da Fumaça

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Uma ação integrada entre Vigilância Sanitária, Defesa Civil e Polícia Militar de Morro da Fumaça, fiscalizou e orientou proprietários de estabelecimentos com relação ao cumprimento das medidas de combate à pandemia do coronavírus, impostas pelo Decreto nº 970 do Governo do Estado.

Os profissionais estiveram em mais de 15 estabelecimentos de todo o município. “Na maioria foi percebido que estavam seguindo as regras, contudo em situações pontuais alguma aglomeração e também pessoas jogando sinuca, o que está proibido. Todos foram orientados a como proceder e a seguir as regras do Governo do Estado”, fala o coordenador municipal da Defesa Civil, Natan de Souza.

- PUBLICIDADE -

Além disso, os proprietários dos estabelecimentos foram alertados sobre o horário de funcionamento que é até a meia noite, mas com a entrada de clientes permitida até as 23h. “Percebemos que na grande maioria dos estabelecimentos as regras estão sendo respeitadas, em casos pontuais foram presenciadas inconformidades, e os proprietários dos estabelecimentos foram orientados e advertidos a se adequarem”, cita Souza.

A secretária do Sistema de Saúde, Marijane Felippe, destaca a importância da continuidade do cumprimento das regras no combate à pandemia. “Pedimos a colaboração não só dos estabelecimentos, mas também da população em geral, principalmente neste fim de ano”, enfatiza.

Denúncias de irregularidades podem ser feitas pelo telefone 190, da Polícia Militar e também no 99101-2769.

A fiscalização é diária e novas ações integradas estão sendo programadas para os próximos dias.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.