Acafe empossa nova diretoria em cerimônia virtual prestigiada

Aristides Cimadon e Luciane Bisognin Ceretta assumiram as funções de presidente vice-presidente, respectivamente

Foto: Divulgação

- PUBLICIDADE -

As lideranças que responderão pelo comando da Associação Catarinense das Fundações Educacionais (Acafe) de 2021 a 2022 tomaram posse em suas funções em cerimônia virtual na noite desta quarta-feira (16/12). Sob os olhares de todo o estado e do país por meio do canal da Unesc TV no YouTube, a posse foi prestigiada por autoridades locais, estaduais e nacionais. Aristides Cimadon, reitor da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc) e Luciane Bisognin Ceretta, reitora da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc) assumiram os desafios como presidente e vice-presidente da Associação, respectivamente.

O novo presidente da Acafe agradeceu às lideranças presentes e parceiras das universidades comunitárias catarinenses. Salientou a importância da atuação das instituições do Sistema Acafe para o desenvolvimento das diferentes regiões de Santa Catarina e ressaltou o trabalho diferenciado realizado por elas. Sobre a presença da reitora Luciane Bisognin Ceretta ao seu lado no comando da Acafe, Cimadon afirmou que confere ainda mais credibilidade e dinamismo ao grupo. “A honra de tê-la como parceira nesta caminhada é toda minha. Sabendo das tuas competências e do teu dinamismo, tenho certeza que no conjunto do nosso Conselho Deliberativo teremos uma Acafe próspera nos próximos anos”, endossou.

- PUBLICIDADE -

Empossada e disposta a assumir a honrosa função de vice-presidente, Luciane fez questão de agradecer a todas as lideranças presentes e que vêm acompanhando as instituições de ensino em suas lutas em prol da comunidade. Conforme a reitora, as instituições do Sistema Acafe representam muito bem o processo de superação deste ano fora dos padrões de normalidade. “Juntas, uniram-se ainda mais e trabalharam incansavelmente para garantir um ensino de excelência aos nossos mais de 170 mil alunos. Foram dias desafiadores, mas acreditamos que a força e a função de sermos comunitárias é o que demonstrou a relevância da nossa identidade e a importância das nossas instituições no desenvolvimento das regiões onde atuamos”, destacou.

A responsabilidade de estar na equipe à frente das 16 instituições, conforme a reitora, pode ser mensurada pelos números da Associação. “As instituições que integram a nossa Acafe juntas atendem 53 cidades com mais de 170 mil alunos matriculados e aproximadamente 9 mil professores e 6 mil colaboradores. São mais de mil cursos de graduação, 554 cursos de pós-graduação, 188 empresas incubadas, mais de mil e duzentos grupos institucionais de pesquisa e quase cinco mil projetos de pesquisa, extensão e iniciação científica”, destacou.

Nas ações comunitárias, diferentes dentre as organizações, a Associação atende um número de beneficiados que ultrapassa um milhão de pessoas atendidas em serviços de saúde e 300 mil pessoas atendidas em programas de educação comunitária, entre outras ações. “É por esses e outros números que demonstramos nossa excelência e que assumo, ao lado do nosso presidente, a desafiadora tarefa de trabalhar por nossa Acafe”, acrescentou Luciane.

Missão cumprida

Na cerimônia desta quarta-feira quem deixou a presidência da Associação foi o reitor da Universidade Comunitária da Região de Chapecó (Unochapecó), Cláudio Alcides Jacoski. O sentimento, conforme ele, é de ter colaborado com a instituição pela qual tem muito apreço e orgulho pela trajetória de 45 anos.

“Buscamos dar unidade e dar concórdia aos nossos membros e reitores. Foram eles, os 16 reitores, os responsáveis pelos encaminhamentos da nossa Associação, uma entidade que é de todos e depende muito de toda a sociedade. Este é um valoroso instrumento de educação, de desenvolvimento regional, criado pela população catarinense, a quem devemos cuidar”, pontuou Jacoski.

Representação política

Em nome dos alunos, aqueles que fazem acontecer nas Universidades e em nome de quem a Associação trabalha, o presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE’s) das Universidades Comunitárias, Leandro Freitas, da Univali, enalteceu o trabalho da Associação. “O conselho dos DCE tem orgulho de poder representar os estudantes catarinenses e estar estudando em nossas universidades comunitárias. Precisamos agradecer toda a história da Acafe por todos esses anos de trabalho incansável para que possamos alcançar nossos sonhos”, acrescentou.

Também em nome dos acadêmicos, desta vez representando a União Catarinense dos Estudantes (UCE), Lucene Magnus, salientou a importância da defesa do Sistema Acafe, das universidades e dos estudantes. “Nós passamos, neste ano difícil, por um momento no qual pudemos mostrar a importância do papel dessa conexão entre as universidades e as comunidades, em especial na área da saúde. Aqui estão os exemplos de tantas universidades que colaboraram em suas regiões a enfrentar o momento de crise”, destacou.

Para o vice-prefeito de Criciúma, Ricardo Fabris, que representou o prefeito Clésio Salvaro na cerimônia, a relevância do serviço prestado pela Unesc no Município representa, de forma regional, a grandeza da Acafe e suas instituições associadas. “Para nós de Criciúma estarmos acompanhando essa cerimônia é um grande orgulho. Nosso contato entre Município e Universidade é muito intenso. A Unesc tem sido uma parceira gigante da gestão e de Criciúma e essa a imagem que temos de toda a Acafe junto ao estado todo com sua força”, pontuou.

Ao lembrar dos desafios a serem encarados em 2021, o presidente do Consórcio das Universidades Comunitárias Gaúchas (Comung), Evaldo Kuiava, destacou a importância da união entre as Instituições. “Acredito que juntos nós possamos fortalecer o relacionamento, as entidades representativas, para qualificar nossas organizações e cumprir nossas missões para que haja melhor desenvolvimento para todas as regiões”, acrescentou Kuiava.

Conforme o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), Fábio Zabot Holthausen, o momento é de agradecimento a todos os atores que estão envolvidos nos sistemas de educação, pesquisa e inovação liderados pela Acafe. “A Associação tem feito um trabalho exemplar de interiorização e isso se aproxima muito da missão da própria Fapesc. Nós estamos ainda engatinhando dentro desse processo, temos muito ainda a contribuir e aprender com todos vocês”, salientou.

Direto de Brasília, o deputado federal Jorginho Mello destacou o respeito que dedica à Acafe e a expectativa em tê-la sob o comando da nova gestão. “Temos no reitor Aristides e na reitora Luciane plena confiança e a certeza de que irão fazer um grande trabalho. Encerramos um ano difícil com a esperança renovada para 2021 com mais saúde, mais prevenção, a economia funcionando e tudo prosperando”, salientou.

Também diretamente da capital federal, a deputada federal Carmen Zanotto deixou sua mensagem de congratulações e incentivo à nova gestão. “Falar do Sistema Acafe só pode ser para reforçar a importância dele. Ela está em toda a região possibilitando o acesso ao conhecimento. Contem comigo para continuar olhando com intensidade pelo o que vocês fazem em cada região”, destacou.

Ao acompanhar de perto a luta da Unesc e da Acafe em prol da Educação Superior, o deputado estadual Rodrigo Minotto destacou sua confiança para 2021 ao se embasar nos valores cultivados por meio da união de forças especialmente nos últimos dois anos. “Olho para 2021 com esperança em fé que se debruçam nessas atitudes proativas em nome do mundo universitário, em especial no universo da Acafe. Registro, nesta oportunidade, a notícia de que aprovamos agora a tarde na Assembleia Legislativa de Santa Catarina o novo orçamento para o próximo ano que contará com o montante de R$ 236 milhões para os Artigos 170 e 171 e R$ 45 milhões para o Proesd, com possibilidade ainda de incremento de 25% através de decreto do governo”, noticiou, acrescentando que a conquista só foi possível graças ao empenho da Frente Parlamentar que trabalha na causa.

Ao destacar que “a educação transforma”, a deputada Ada De Luca enalteceu, na oportunidade, o papel das instituições comunitárias frente à momentos de crise, como o vivido atualmente em todo o mundo. “Não é uma solução imediata, mas a médio prazo. É a educação que transforma o cidadão e é isso o que precisamos. Em Santa Catarina as Universidades Comunitárias exercem papel fundamental na formação. Meus cumprimentos a todos os professores, funcionários, reitores da nossas Instituições, as quais dou maior valor”, mencionou Ada.

Em vídeo enviado ao evento, o Secretário de Estado da Educação de Santa Catarina, Natalino Uggioni, deixou seu agradecimento ao trabalho conjunto até aqui e desejou um excelente trabalho à nova gestão, acrescentando a vontade de continuar com a parceria no estado. “Temos trabalhado em ações em comum de forma muito harmoniosa. Quero aqui valorizar a parceria que tivemos nesse período e felicitar os novos presidentes, Cimadon e Luciane, desejando-lhes sucesso e reforçando nosso interesse em seguir com essa boa relação que só tem trazido bons frutos”, registrou Uggioni.

A Associação Brasileira de Universidades Comunitárias (Abruc) também esteve representada na solenidade de posse desta quarta-feira. O presidente da Associação, Ney José Lazzari, representante das 68 universidades comunitárias do Brasil enalteceu o trabalho da Acafe, apontando-a como exemplo em nível nacional.

Para Ney, as universidades têm mostrado sua importância, colocando à disposição da comunidade equipes, pesquisadores e equipamentos, fazendo extrema diferença nos cenários em que atuam. “O conjunto das universidades mostra a qualidade daquilo que faz, tendo como um dos grandes diferenciais a inserção comunitária e social em cada região. Essas instituições efetivamente fazem a diferença”, acentuou.

Toda a cerimônia de posse pode ser assistida a qualquer tempo no canal da Unesc TV no YouTube. (https://www.youtube.com/watch?v=QOUkZbgfrEo)

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.