Tigre: Mais um passo rumo ao futuro

Reunião do Conselho Consultivo do Criciúma discute ideias sobre os próximos passos do clube. Modelos de gestão estão sendo estudados

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Desde o anúncio da saída do presidente Jaime Dal Farra do comando da empresa Gestão de Ativos (G.A.), que acontecerá no final do ano, os dirigentes conversam e debatem ideias acerca do futuro do clube. A Mesa Diretora do Conselho Deliberativo realizou na tarde de ontem, dia 26, uma reunião através de videoconferência, por conta dos cuidados com a saúde durante a pandemia do novo coronavírus, a fim de receber opiniões e discutir os caminhos que o Tigre tomará.

Os integrantes do Conselho Consultivo composto pelo presidente e ex-presidentes do Conselho Deliberativo e presidente e ex-presidentes do clube compuseram o encontro.

A reunião teve a participação, presencialmente, no auditório do escritório Albert Zilli dos Santos Advogados Associados, no bairro Milanese, em Criciúma, do presidente do Conselho Deliberativo, Carlos Henrique Alamini, o presidente do clube, Jaime Dal Farra, o diretor jurídico do Conselho Deliberativo, Edemar Soratto, assim como o primeiro secretário Wanderlei Barbosa de Souza. Os ex-presidentes do clube, Milton Carvalho, Voimer Conti e Guido Burigo, representando o ex-presidente Moacir Fernandes, e do Conselho Deliberativo Renato Gaidzinski Bastos, também estiveram no local. Através de videoconferência participaram o vice-presidente do Conselho Deliberativo, Valcir José Zanette e o ex-presidente do Conselho Deliberativo Afonso Back.

Busca por grupo de empresários

Segundo Alamini, alguns modelos de gestão já estão sendo estudados e o objetivo do encontro foi mostrar a situação atual do clube e receber opiniões dos participantes. Jaime Dal Farra se colocou à disposição para conversar com futuros interessados e realizar uma transição transparente e tranquila. O presidente do Criciúma também parabenizou o Conselho pela convocação e o debate realizado.

Os ex-presidentes discutiram sobre modelos de gestão e concordam com a viabilidade da busca por um grupo de empresários que tenham interesse em gerir o Criciúma. Um sistema presidencialista para representatividade do clube também foi colocado em pauta, sendo consenso que o modelo de gestão a ser trabalhado só poderá ser definido a partir das propostas apresentadas e submetidas à aprovação do Conselho Deliberativo.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.