Tigre: Andrew negocia um novo contrato

Jogador tem vínculo com o Tigre até o final do ano, mas pode permanecer no Criciúma por mais tempo

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O atacante Andrew negocia a permanência dele no Criciúma. Com contrato válido até o final do ano, o próprio jogador admitiu, através de um perfil pessoal nas redes sociais, que negocia a extensão do vínculo. “O Criciúma me chamou no dia 2 de setembro pra renovar meu contrato, mas ainda estamos conversando!”, pontua o atleta. “Quero ficar e estamos conversando com o clube”, também comentou o jogador, em entrevista coletiva.

Durante a pausa do futebol, devido à pandemia do coronavírus, o jogador chegou a ser especulado como reforço do Fluminense, mas a diretoria do Criciúma negou a possibilidade e o atleta está integrado ao grupo de jogadores do Tigre. “Todo mundo está focado e, a cada dia que passa, estamos nos aperfeiçoando mais e se continuarmos assim vamos conseguir o acesso”, comentou o atacante.

Andrew chegou a ser infectado pelo coronavírus e passou algum tempo afastado das atividades com os demais jogadores. “Peguei Covid-19 e fiquei afastado, quando fiquei pronto voltei e fiz o gol”, ressalta, lembrando da bola na rede contra o Boa Esporte, em 15 de agosto. O atacante atuou em nove jogos nesta temporada – somando Campeonato Catarinense, Copa do Brasil e Série C. Ele marcou três gols, mas garante que o foco é balançar as redes dos adversários em todos os jogos. “Estou focado no acesso para a Série B e ser campeão. Atacante vive de gol e minha meta é um gol por jogo”, comenta.

O jogador é atacante de origem, mas já atuou como lateral e até meia. Ele se coloca a disposição para atuar onde o técnico Roberto Cavalo precisar. “Se o professor precisar, posso jogar no meio-campo também. Já joguei na lateral, mas na posição que o técnico achar que posso jogar, estou pronto”, finaliza.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.