Próspera tem novo desafio hoje

Após empatar com o Sub-23 do Grêmio, Time da Raça faz jogo-treino contra o Avaí. É o segundo teste do time de Paulo Baier em casa

- PUBLICIDADE -

Criciúma

O Time da Raça fez um grande jogo na última quinta-feira, no empate diante do Grêmio, no Mário Balsini, em 0 a 0. E a preparação da equipe segue forte para a estreia na Série B do Campeonato Catarinense, contra o Fluminense, no dia 1º de novembro. “O Grêmio é um time muito forte e bem treinado, mas a nossa equipe conseguiu fazer um bom jogo. Acima de tudo, a partida foi ótima porque foi um grande teste e mostra que estamos no caminho certo”, define o técnico Paulo Baier.

- PUBLICIDADE -

Hoje, o Próspera realiza mais um jogo-treino e encara o Avaí, as 15h em casa. “É um adversário muito bom e forte. Com esses jogos que estamos fazendo, que estão sendo bem proveitosos, queremos fazer mais três até o final do mês”, projeta o diretor de executivo de futebol, Nei Rama.

A partida servirá também para os jogadores se adaptarem ao gramado do Mário Balsini. “O Paulo já tem uma ideia de time. Foi muito bom contra o Grêmio e agora contra o Avaí vai dar para ter um norte de como está essa situação. É bom para os jogadores se acostumarem com o gramado também”, enfatiza Rama.

Adversários de grande expressão

A ideia de realizar jogos contra equipes de expressão passa também por um pedido do técnico Paulo Baier, que determina adversários fortes para absorver o máximo de cada atleta. “Paulo pede esses jogos para fazer partidas de qualidade até para a gente conseguir realizar grandes jogos”, define Rama.

Todo esse trabalho serve para a busca de um único objetivo: voltar à Série A do Estadual em 2021. “Todos estão se empenhando para este momento. É um trabalho sério e com muita responsabilidade. Tem reuniões, ideias e a grande meta. Vamos dar esse presente para a nossa torcida que tanto merece”, destaca o presidente do Próspera, Israel Rocha.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.