Próspera: Depois do acesso, a busca pelo título

Próspera recebe o Hercílio Luz na primeira partida da decisão na Série B do Catarinense. Confronto será no Mário Balsini


- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O primeiro objetivo do Time da Raça foi atingido: a vaga na Primeira Divisão de Santa Catarina em 2021. Porém, o ano do Próspera pode ganhar a “cereja do bolo” com o título da Série B Estadual. O elenco prosperano está preparado e focado para a primeira partida da final contra o Hercílio Luz, nesta quarta-feira, às 16h, no Mário Balsini. O grupo fez a última atividade na tarde de ontem e depois já ficou concentrado para o confronto. “Foco total. Lógico que agora parece que dá um alivio, porque a gente conseguiu um objetivo. Agora vamos em busca do título”, comenta o técnico Paulo Baier.

Depois de voltar à elite após 13 anos, o Time da Raça quer repetir o feito de 2005, quando foi campeão da Segunda Divisão do Futebol Catarinense. “Tiramos um peso das costas com o acesso, mas todo mundo está muito concentrado. Não tem favorito para esse jogo. São dois times muito fortes”, destaca Paulo Baier.

O treinador do Próspera espera que a equipe consiga estabelecer uma vantagem no confronto. “Iniciamos jogando em casa, então vamos tentar vencer o jogo para levar o segundo jogo com uma pequena vantagem”, explica.

Adversário oferece perigos

Baier acredita que as duas melhores equipes do campeonato farão a decisão da competição e pede atenção com os pontos fortes do time de Tubarão. “Já jogamos contra eles e sabemos que é uma boa equipe. Os jogadores são bons e rápidos. Eu acredito que vai ser um grande jogo. São as duas melhores equipes da competição e as partidas devem ser soltas, leves, até porque vai ser um jogo bonito, acredito, com as duas equipe jogando para frente em busca do resultado. Vai ser um grande jogo”, comenta.

O treinador acredita que não há favorito para levar o título. “Não tem favorito. É 50% para cada lado, tudo bem equilibrado. Eles levam uma pequena vantagem de jogar o segundo jogo em casa, mas é bem equilibrado”, pontua.

O presidente Israel Rocha também comemorou bastante o acesso à Primeira Divisão do Estado, mas agora o foco do momento é  para a decisão. “É mais um jogo muito difícil e bem complicado. O primeiro objetivo conseguimos, que era o acesso. Agora, respeitando sempre o adversário, vamos buscar a taça para o nosso elenco”, destaca Rocha.

Em nove partidas na Série B, o Próspera ganhou cinco partidas, empatou dois jogos e foi derrotado em duas oportunidades. Marcou 12 gols e sofreu apenas em seis oportunidades.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.