Próspera: Crença na força do elenco

Capitão do Próspera, Jesse prega respeito ao Navegantes e acredita que a partida será difícil, fora de casa, no domingo

foto Lucas Colombo MC10

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O Próspera vai para a partida de domingo concentrado e respeitando o Navegantes Esporte Clube (NEC), no confronto da última rodada, pela Série B do Campeonato Catarinense, às 15h, no Estádio Valério Gomes Neto, em São João Batista. Caso vença a partida o Time da Raça, volta à Primeira Divisão do Estado.

O volante e capitão Jessé acredita na força do elenco, mas mantém o respeito para o próximo duelo. “Expectativa é a melhor possível, pois a gente só depende de nós para conseguir o acesso. Sabemos que o último jogo deixou o alerta, mas estamos muitos concentrados. Vamos muito focados para conseguir a vitória”, destaca.

O jogador não esconde a frustração por não ter obtido o acesso na partida diante do Camboriú, quando o time saiu vencendo por 1 a 0, mas permitiu a virada do adversário. “Tínhamos a expectativa de subir no jogo anterior, pelo fato de estar jogando em casa, mas, infelizmente, não aconteceu. Ficamos tristes com a derrota, mas serviu de alerta para, caso estivermos em vantagem, termos atenção para manter o resultado até o final. Dependemos apenas de nós, então temos que fazer o nosso jogo e impor o nosso título”

Ex-companheiro de Baier

Jessé também enaltece o trabalho com o técnico Paulo Baier. O jogador chegou a atuar, em campo, com o comandante.  “Tive oportunidade de trabalhar com o Paulo quando ele ainda era atleta, no Ypiranga de Erechim, no Campeonato Gaúcho”, lembra o atual capitão prosperano.

Depois, o atleta foi comandado duas vezes por Baier e chegou ao título com o Time da Raça em 2018. “Fui comandado por ele no Toledo e depois no Próspera, onde conseguimos o acesso e o título. Esperamos, novamente, repetir esse feito, pois será bom tanto para quem faz parte da equipe e para a cidade. Ter dois clubes na Série A é importante para o futebol de Criciúma”, comenta Jessé.

O jogador ressalta as qualidades do comandante. “O Paulo é um cara do bem, correto, e que sempre cobra empenho. A gente sabe que nem sempre vamos ter boas atuações, mas ele cobra entrega, acima de tudo. É muito bom e fácil de trabalhar com ele”, reconhece Jessé.

O atleta reforça a dificuldade que a partida de domingo apresentará. “O jogo não vai ser fácil. A equipe adversária também quer a vitória, então vamos focados para conseguir o acesso”, finaliza.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.