Preparação especial do Tigre para o jogo de hoje

Técnico Itamar Schülle detalha a semana do Tigre antes de jogo decisivo

Foto: Celso da Luz - Criciúma E.C
- PUBLICIDADE -

 

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O Criciúma tem uma importante partida na noite de hoje pela última rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C. O Tigre recebe o Brusque no estádio Heriberto Hülse, às 19 horas, e necessita de um resultado positivo contra a equipe catarinense para depender somente de si para seguir na Série C da competição nacional do próximo ano.

Em coletiva na tarde de ontem, o técnico esclareceu alguns detalhes da preparação. Por conta da pandemia, a delegação se encontra concentrada desde a última quarta-feira. “Pelo jogo e pelo alto índice da Covid – 19 na cidade, procuramos concentrar todos. Comissão técnica, até diretores, para não correr o risco de ir para algum lugar e passar para os atletas.” Esclarece o comandante carvoeiro.

Questionado sobre como deve ser a postura do time para garantir o resultado positivo, Itamar analisa; “precisamos ter um jogo muito equilibrado, nós precisamo de uma vitória mas a vitória se conquista durante todo o processo do jogo. Nós temos vários exemplos de times que saem atrás e encontra um gol de vitória um gol nos acréscimos.”

O Técnico ainda informa que além disso está aproveitando a concentração para fazer reuniões e dinâmicas, tirando um bom proveito do período antes do jogo decisivo.

Para o confronto, o técnico Itamar Schülle não terá à disposição o lateral Kaike, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

O grupo realizou a última atividade preparatória na tarde de ontem no Centro de Treinamento Antenor Angeloni, no bairro Cristo Redentor. Os atletas realizaram um trabalho tático de posicionamento.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.