Nacional: Após reviravolta, Marí jogará no Arsenal

Clube inglês confirma contratação do jogador, por empréstimo, até o fim da temporada. Negócio esteve praticamente encerrado no inicio da semana


- PUBLICIDADE -

Rio de Janeiro

O negócio que estava praticamente descartado acabou sendo concretizado, após reviravolta, na manhã de ontem. O Arsenal anunciou a contratação do zagueiro espanhol Pablo Marí, do Flamengo. O formato da negociação foi confirmado: empréstimo até o fim da temporada europeia, no meio do ano, com opção de compra definitiva, sem divulgar se o valor é fixado ou não. “Pablo é um jogador experiente que vai nos dar mais qualidade defensiva. Nós estávamos acompanhando a carreira dele há algum tempo e estamos muito satisfeitos que chegamos a um acordo com o Flamengo para tê-lo inicialmente até o fim da temporada. Estamos ansioso por vê-lo com a camisa do Arsenal”, disse Edu Gaspar, diretor-técnico do Arsenal, ao site oficial do clube.

- PUBLICIDADE -

 

Junto com o anúncio da contratação, o Arsenal divulgou uma entrevista com o reforço de 26 anos. O zagueiro confirmou que a negociação começou há cerca de duas semanas. “Fiquei muito feliz quando soube do interesse do Arsenal em mim. Este é um dos melhores clubes do mundo, por isso estou absolutamente encantado por me juntar a isso tudo. Estou realmente ansioso para jogar com esta camisa e ajudar meu time”, comenta Marí.

O carinho no aeroporto ao sair do Brasil também foi lembrado pelo espanhol. “Estou meio acostumado com isso do Brasil, onde os fãs são realmente apaixonados pelo Flamengo. Estou acostumado com muito interesse da mídia, então sei o que esperar ao ingressar em um grande clube como este. É uma coisa normal para mim agora”, ressalta.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.