Eleição no Tigre está alterada

Após questionamentos de conselheiros, Mesa Diretora do Conselho Deliberativo chama votação para vice-presidente administrativo

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

A eleição para presidente do Criciúma está revogada. Através de edital, que está publicado na página 17 do Tribuna de Notícias de hoje, o Conselho Deliberativo chamou eleição apenas para o cargo de Vice-Presidente Administrativo, que está vago desde o dia 17. Através de um esclarecimento, publicado no site oficial do clube, a Mesa Diretora diz que visa “evitar eventual batalha judicial, que em nada interessaria ao Criciúma Esporte Clube, pois geraria clima de instabilidade e incertezas, afastando potenciais investidores neste momento delicado pelo qual passa a agremiação”, diz.

Os cargos de Presidente, Vice-Presidente Financeiro e Vice-Presidente de Patrimônio estarão ficarão vagos a partir do dia primeiro de janeiro, conforme carta apresentada, no dia 20, por Jaime Dal Farra, Valcir Mantovani e Vilmar Casagrande. A Mesa Diretora do Conselho resolveu tomar esta postura devido aos questionamentos à eleição que foram publicados no veículos de imprensa, inclusive na edição de ontem do Tribuna de Notícias.

Os líderes do Conselho deixam claro, no esclarecimento, que estão convencidos sobre a legalidade da eleição que havia sido convocada, porém, optaram pela alteração para que os ânimos sejam acalmados. “A ideia, com isso, é que os ânimos sejam pacificados e que o processo de transição administrativa possa ocorrer dentro de um clima de cordialidade e tranquilidade, sem percalços desnecessários e sem contendas jurídicas que possam macular a imagem do Clube ou comprometer o aporte dos investimentos necessários à gestão do próximo ano”, diz o esclarecimento.

O documento assinado pelo presidente do Conselho, Carlos Henrique Alamini, ainda diz que os interesses maiores a serem defendidos são os do clube. “Não cabe aqui colocar-se vaidades pessoais, radicalismos e intransigências acima da instituição, cuja salvaguarda deve sempre nortear as ações e pendores daqueles que a ela se dedicam, na percepção de que o Criciúma Esporte Clube é patrimônio de todos nós, criciumenses e Sulcatarinenses, e o maior símbolo da grandeza e pujança de nossa cidade e região”, relata.

Desta forma, a reunião do Conselho Deliberativo, marcada para a próxima terça-feira, dia 8, foi cancelada. A eleição para vice-presidente administrativo, que deve assumir como presidente do clube, em janeiro, após a saída de Dal Farra, está reagendada para 17 de dezembro – quinta-feira. Os candidatos ao cargo devem ser sócios do clube há cinco anos, ao menos, e garantir a assinatura de 20 conselheiros até o dia 10 de dezembro.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.