Dal Farra formaliza renúncia à presidência do Criciúma

Mandato vai até o dia 31 de dezembro, mas mandatário e demais integrantes da diretoria assinam uma carta que é entregue ao Conselho Deliberativo. Novas eleições acontecerão no dia 8 de dezembro

Foto: Lucas Colombo / TN
- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O futuro do Tigre se aproxima, cada vez mais, de um desfecho. A transição política terá sequência com a saída, agora oficializada, do presidente Jaime Dal Farra e dos vice-presidentes eleitos, que ainda estavam nos cargos: Vilmar Casagrande, de Patrimônio, e Valcir Mantovani, o responsável pela pasta financeira.

A carta de renúncia da atual diretoria foi formalizada ontem e entregue ao Conselho Deliberativo. A data de encerramento do mandato será em 31 de dezembro deste ano. Desta forma, Dal Farra e os vice-presidentes abrem mão do último ano de mandato. A saída foi oficializada com antecedência para que o clube possa convocar novas eleições e não tenha vacância no cargo principal do Executivo.

Na semana passada, o vice-presidente administrativo, Alexandre Farias, já havia renunciado oficialmente ao cargo e desistido de concorrer nas eleições para presidente. Ele alegou pressões do Conselho Deliberativo para deixar o cargo.

Duas chapas na concorrência ao posto

O Conselho Deliberativo do Criciúma anunciou, através de edital (publicado nesta página do Tribuna de Notícias), a convocação para eleições aos cargos executivos do clube. O pleito acontecerá no dia 8 de dezembro, uma terça-feira. As chapas têm, a partir de hoje, 10 dias para se inscreverem aos cargos, através de registro na secretaria do Criciúma Esporte Clube.

Caso haja apenas uma chapa inscrita e aprovada pelo Conselho, ela será aclamada aos cargos. A posse acontecerá no dia primeiro de janeiro e Jaime Dal Farra encerra o ciclo à frente do Criciúma no dia 31 de dezembro. Na reunião do Conselho, também no dia 8, haverá a apresentação da proposta de gestão por parte do investidor João Neto. No dia, os conselheiros avaliarão todos os pontos da proposta, mas o contrato ainda não será assinado no mesmo dia, caso haja aprovação.

Uma das chapas que concorrerá à presidência do Criciúma será liderada pelo empresário Waldeci Rampinelli. Ele que tem currículo vitorioso no clube, como diretor de futebol, em 2002 e 2012, será candidato ao posto de presidente. O médico Celso Tadeu de Menezes, que é ex-presidente do Próspera, integrará a chapa como um dos vice-presidentes. Valcir Mantovani e Vilmar Casagrande darão continuidade nos cargos de vice financeiro e vice de patrimônio, respectivamente.

A primeira reunião da nova chapa que busca comandar o Criciúma acontecerá na segunda-feira, dia 30. Na ocasião, as últimas arestas serão aparadas para que haja a inscrição oficial da chapa, o que deve acontecer na terça-feira, dia primeiro de dezembro. Esta nova diretoria já estaria, inclusive, alinhada, através do Conselho Deliberativo, com o investidor, João Neto, para tocar o futebol do clube, a partir de 2021. Neto seria uma espécie de Diretor de Futebol do clube. Outras pessoas da cidade colaborariam na gestão. Um encontro formal entre os candidatos e o investidor ainda não aconteceu.

Entretanto, nos bastidores, especula-se a possibilidade de outra chapa concorrer ao pleito. Os nomes ainda não estão confirmados, mas a inscrição dos interessados deve acontecer até o dia 4 de dezembro.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.