Criciúma: Novos materiais no tênis de mesa

Uma das novidades são as seis mesas dentro dos padrões internacionais do tênis de mesa que substituirão mesas já existentes, mas danificadas pelo tempo de uso

- PUBLICIDADE -

Criciúma

Os mais de 400 alunos e atletas de tênis de mesa da Sociedade Recreativa Mampituba/FME Criciúma terão ainda mais qualidade nos treinos. Isso porque, através do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC), foram adquiridos novos materiais e equipamentos para a modalidade.

- PUBLICIDADE -

Uma das novidades são as seis mesas dentro dos padrões internacionais do tênis de mesa que substituirão mesas já existentes, mas danificadas pelo tempo de uso. “São de ótima qualidade. Além de substituir as que já temos, com essas novas mesas vamos conseguir ampliar o projeto, oportunizando a entrada de novos alunos”, explicou o técnico Alexandre Ghizi.

Foram adquiridas ainda mesas importadas próprias para treinamento de atletas de rendimento, raquetes de competição e iniciação, borrachas, colas para borrachas, bolas e aparadores de bolas, redes profissionais e bolas de jogo três estrelas. “Nosso principal objetivo é manter a qualidade do projeto que já temos. As bolas de treinamento, por exemplo, são as melhores que temos disponíveis no mercado e em quantidade suficiente para, pelo menos, dois anos de atividades com as equipes principal, intermediário e de iniciação. Todo nosso foco foi em melhoria de qualidade. Um suporte melhor para nossos atletas, tanto os da iniciação quanto os de alto rendimento”, frisou Ghizi.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.