Criciúma: Futuro promissor no handebol

Técnico criciumense comemora o desempenho do time FME/ADHC em competição nacional da categoria juvenil


- PUBLICIDADE -

Criciúma

O resultado do Campeonato Brasileiro de Handebol na categoria juvenil é motivo de orgulho para o time da Fundação Municipal de Esportes (FME)/Associação Desportiva de Handebol de Criciúma (ADHC). O desempenho na competição de 2020, disputada em Itajaí, deixou os criciumenses na quinta posição e animou o comandante da equipe a buscar resultados ainda maiores na próxima temporada.

- PUBLICIDADE -

De acordo com o técnico da FME/ADHC, Martinho Mrotskoski, o evento contou com uma boa organização, que engrandeceu o desempenho dos times. “O protocolo sanitário estabelecido nos deu tranquilidade para jogarmos com segurança. O campeonato tinha um nível técnico muito grande, sendo que os dois primeiros colocados estavam na nossa chave. Estamos orgulhosos com o resultado final, por se tratar de uma competição nacional”, destacou.

O comandante criciumense ressaltou também a importância do trabalho da FME para o sucesso da modalidade. “A fundação tem nos dado todo apoio com uma gestão muito técnica e qualificada, nos ajudando nos nossos objetivos e conquistas”, frisou Mrotskoski.

Além da quinta colocação, o time criciumense teve João Rosso, como vice-artilheiro do campeonato e o ex-atleta de Criciúma, João Gabriel Gekas, sendo campeão pelo Pinheiros (SP).

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.