Criciúma: Carro quebra e prejudica Alex Cé

Etapa do Campeonato Turismo Nacional de Automobilismo não é boa para o piloto criciumense

- PUBLICIDADE -

Cascavel/PR

A etapa do Campeonato Turismo Nacional de Automobilismo não foi nada boa para a Equipe Yázigi Racing, capitaneada pelos pilotos Alexander Cé (Criciúma/SC) e Guto Rotta (Encantado/RS), no final de semana. Uma sequência de problemas mecânicos em todas as provas prejudicou o rendimento da dupla.

- PUBLICIDADE -

Eles não venceram nenhuma das corridas disputadas e caíram para quarto lugar na classificação da Categoria 1A. Essa segunda etapa de 2020 aconteceu no Autódromo de Cascavel/PR.

O clima começou a ficar tenso já durante as tomadas de classificação na sexta-feira, dia 9. Os pilotos conseguiram apenas dar quatro voltas, encontrando muito trânsito na pista e enfrentando pane na embreagem do GM/Onix. O que resultou em largar na quinta posição na categoria e oitava em geral. “Esperávamos recuperar durante as corridas oficiais, mas o carro quebrou em todas as provas”, ponderou Cé.

Agora, após as corridas de Cascavel, restarão apenas 50% dos pontos possíveis em disputa. Por conta da pandemia, ao invés de seis etapas a organização do Turismo Nacional “encolheu” a temporada 2020 para quatro eventos, o que coloca um peso maior sobre a participação e pontuação dos pilotos em cada uma das etapas. A ausência em um evento implica na perda de seis corridas é praticamente anula as chances de título.

Alex Cé é o representante de Criciúma no Brasileiro de Automobilismo. O piloto segue a disputa deste ano com o carro preparado pela equipe mecânica Tuta Racing, de Porto Alegre/RS. A pilotagem nesta temporada está sendo dividida com o gaúcho de 18 anos, campeão estadual de kart e do Campeonato Gaúcho de Marcas em 2019. Mais de 60 carros e pilotos estão inscritos e as transmissões acontecem ao vivo na internet.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.