- Publicidade -
Criciúma busca a superação diante do Brusque
Há 4 semanas

Criciúma busca a superação diante do Brusque

Ainda atrás da primeira vitória, longe do Majestoso, na Série C, Tigre visita o Brusque, hoje, para enfim, conquistar três pontos fora de casa. Cavalo tem dúvida para confirmar a equipe titular

- Publicidade -

Tiago Monte

Brusque/SC

Se não der na técnica, será na raça. Essa é orientação do técnico Roberto Cavalo, para os jogadores, na partida desta noite, diante do Brusque, no estádio Augusto Bauer. A partir das 20 horas, o Criciúma busca os primeiros três pontos, longe de casa, na Série C deste ano, para voltar ao G-4 do grupo B. Atualmente, o Tigre é quinto colocado, isso devido à vitória do Londrina, ontem, sobre o Volta Redonda. Será o jogo da superação. “Essa é a palavra certa: superação. Quando não dá na técnica, com as dificuldades dos jogadores que estão fora, temos que buscar na superação, porque está na hora de buscar uma vitória fora de casa, que ainda não conseguimos neste Brasileiro”, comenta o técnico Roberto Cavalo, na manhã de ontem, antes da viagem para Brusque.

A maior dificuldade do Tricolor Carvoeiro, esta noite, será o bom momento que atravessa o adversário desde o ano passado. “Desde a Série D do Brasileiro, como campeão, vem fazendo grande campeonato, liderando o Brasileiro, Copa do Brasil foi bem, então, o que nos preocupa bastante é o momento que o Brusque vive. Mesmo com alguns desfalques, o time está sempre bem”, pontua Cavalo.

- Publicidade -

Mesmo assim, o técnico carvoeiro não promoverá alterações na forma de jogo do Criciúma. Não haverá marcação especial em jogadores do Brusque. “No sistema que estamos jogando, se você fizer marcação individual, você começa marcando e abre as linhas de marcação. Nós temos um padrão de marcação e de jogo. Mesmo com as dificuldades que temos de escalar o time, com essas ausências, o time que vai jogar contra o Brusque, temos que marcar todos os jogadores do Brusque, que são bons jogadores, e passam por um bom momento”, destaca.

Christofer deve ser o lateral direito

Cavalo terá, mais uma vez, dificuldades para escalar o time titular no confronto desta segunda-feira. Além de Carlos César, Jean Dias, Kaike, Alisson Taddei e Paulo Gianezini, que estavam com Covid-19, e já voltaram a treinar, mas não tem condições de jogo, o treinador não poderá contar com Victor Guilherme, suspenso devido à expulsão contra o Tombense, e Vitão, que cumpre suspensão por terceiro cartão amarelo.

Para a lateral direita, Cavalo precisará improvisar. Sem opções de origem no setor, Christofer deve ser deslocado para o setor. “Nós conversamos com o Eduardo, junto com o Foguinho e o Christofer, os três que são mais volantes. Conversei com o Eduardo, em separado, também. Pelo entrosamento da posição da equipe e dos dois (Eduardo e Foguinho) terem jogado muito tempo juntos de volante, nós treinamos com o Christofer na lateral direita e, provavelmente, ele vai jogar”, confirma Cavalo.

Essa é a maior dúvida do treinador do Tigre. Mesmo com opções limitadas, o técnico confia em um bom resultado fora de casa. “A oportunidade não avisa, ela chega. E você tem que estar preparado. Espero que esses jogadores que vão jogar contra o Brusque façam o melhor para buscar o resultado”, diz.

Campeonato Brasileiro – Série C – 9ª Rodada

05/10 (segunda-feira) – 20 horas – estádio Augusto Bauer, em Brusque

BRUSQUE

Zé Carlos; João Carlos, Cleyton, Claudinho e Airton; Rodolfo, Zé Mateus e Thiago Alagoano; Edilson, Garcez e Itinga. Técnico: Jerson Testoni

CRICIÚMA

Agenor; Christofer, Carlos Alexandre, Rodrigo Milanez e Bruno Oliveira; Eduardo, Foguinho, Jean Lucas e Léo Ceará; Andrew e Michel. Técnico: Roberto Cavalo

Arbitragem: Vinícius Gomes do Amaral. Auxiliares: Maurício Coelho Silva Penna e Fabrício Lima Baseggio. (Trio do RS)

- Publicidade -

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.