Catarinense de 2021 terá turno único

As 12 equipes jogam entre si em 11 rodadas. A partir daí, os oito primeiros colocados jogam em ida e volta até a decisão do campeonato nos dias 16 e 23 de maio

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Criciúma e Próspera já sabem o caminho que trilharão no Catarinense 2021. Aconteceu, na tarde de ontem, o conselho técnico da competição. O encontro, realizado através de videoconferência, definiu datas, fórmula de disputa e detalhes técnicos da competição.

O campeonato começará no dia 24 de fevereiro, uma quarta-feira, e tem o jogo final previsto para 23 de maio – domingo. A fórmula de disputa coloca os 12 times jogando em turno único e pontos corridos por 11 rodadas.  Os seis primeiros colocados da Série A 2020 na classificação geral, entre eles o Criciúma, farão seis jogos como mandante, e os demais farão cinco – aqui se enquadra o Próspera. “Eu fui um dos presidentes que aprovou. A fórmula é muito parecida com a Série B do Catarinense desse ano. O Próspera sai em desvantagem, mas foi assim na Série B também, porque a gente joga seis partidas fora e cinco em casa. A gente tem dois campeonatos: o nosso objetivo é permanecer na Primeira Divisão. Dentro disso, as seis equipes que vão jogar cinco partidas em casa estão na mesma condição que nós, então, a avaliação é positiva”, comenta Israel Rocha, presidente do Próspera. Os oito primeiros se classificam para a segunda fase, enquanto os dois últimos são rebaixados para a Série B;

Na segunda fase, a competição entre nas quartas de final com jogos de ida e volta. O primeiro colocado enfrenta o oitavo, o segundo enfrenta o sétimo, o terceiro enfrenta o sexto e o quarto enfrenta o quinto. O melhor classificado (na primeira fase) decide em seu estádio e quem fizer mais pontos conquista a vaga. O primeiro critério de desempate é o saldo de gols e, persistindo a igualdade, a equipe com melhor classificação na primeira fase é considerada classificada.

A semifinal também terá jogos de ida e volta. Valem os mesmos critérios da fase anterior. A final funcionará da mesma forma com as partidas decisivas sendo disputadas nos dias 16/05 e 23/05 – dois domingos. “Temos que nos adaptar ao calendário. A Federação Catarinense tem, segundo a CBF, uma tabela de datas e eles disponibilizaram o que foi possível. Fica a contento para aquilo que faremos em 2021”, comenta o mandatário do Próspera.

Cuidados contra a Covid-19

Entre os participantes estiveram os representantes dos clubes, dirigentes da Federação Catarinense de Futebol (FCF), Tribunal de Justiça de Desportiva (TJD) / FUT-SC e Associação de Clubes estiveram presentes na reunião. “Agradeço aos participantes e desejo uma boa campanha para todos”, diz o presidente da FCF, Rubens Angelotti.

A tabela da competição será divulgada nos próximos dias e fica a expectativa para quando e onde será a partida entre Criciúma e Próspera, que voltarão a se enfrentam pela Primeira Divisão estadual após 14 anos. Em 2007, o Tigre venceu as duas partidas. No Majestoso, placar final de 3 a 1. O confronto no Mário Balsini encerrou 4 a 2 para o Criciúma. O jogo mais recente entre das duas equipes aconteceu em 2009. Em um amistoso, o Tigre bateu o Próspera por 2 a 0.

Atletas e membros da comissão técnica obrigatoriamente farão os testes da Covid-19 – PCR ou antígeno – com prazo de 72 horas antes de cada partida. Só aqueles que tiverem o resultado negativo poderão participar.

 

Equipes participantes da disputa

Avaí

Brusque

Chapecoense

Concórdia

Criciúma

Figueirense

Hercílio Luz

Joinville

Juventus

Marcílio Dias

Metropolitano

Próspera

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.