Brasileiros avançam no Banana Bowl

Categoria 18 anos do mais tradicional torneio do tênis infantojuvenil da América Latina é realizada em Criciúma até domingo

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O Brasil garantiu presença na segunda rodada da principal categoria do Banana Bowl com atletas no masculino e no feminino. No total, 12 tenistas do país confirmaram as vitórias nas quadras da Sociedade Recreativa Mampituba – 10 no masculino e duas no feminino. Cabeça de chave número 1 do torneio, o baiano Natan Rodrigues venceu o sérvio Stefan Popovic por 2 sets a 0: 6/3 e 6/1. “Fiz um jogo muito bom, conseguir jogar melhor do que na semana passada no Brasil Juniors Cup. Venho de um início de ano bom e comecei muito bem aqui no jogo contra o Sérvio. Foi um bom passo para ganhar confiança para avançar no torneio”, afirma Natan.

Já na segunda rodada da competição, Natan superou o norte-americano, Victor Lilov, e avançou para a etapa seguinte. A disputa vale pontos para o ranking mundial da ITF e é a mais tradicional do tênis infantojuvenil da América Latina.

Também cabeças de chave, Bruno Oliveira (7) e Gustavo Heide (8) avançaram. Oliveira estreou com vitória sobre o compatriota Pedro Franca por duplo 6/4. Heide, que na última semana chegou à semifinal do Brasil Juniors Cup, manteve o embalo ao superar o japonês Kenta Miyoshi por duplo 6/1.

João Loureiro (vitória sobre o argentino Matias Iturbe por 6/3 e 6/2), Rodrigo Braunstein (vitória sobre o paraguaio Lucas Risso por 7/5 e 6/3), João Schiessl (vitória sobre o paraguaio Agustin Lorberg por 6/3 e 6/4), Nicolas Zanellato (vitória sobre o boliviano Juan Carlos Prado por 6/1 e 6/3), Breno Marques (vitória sobre o brasileiro Pedro Sasso por 6/0 e 6/2), Matheus Costa Paiva (vitória sobre o brasileiro Luis Fernando Reis por 7/5, 4/6 e 6/1) e Gabriel Generoso (vitória sobre o brasileiro Marcon Antonio Sommer por 6/2 e 6/3) também avançaram no Banana Bowl.

Catarinense perde no feminino

Na categoria feminina, a catarinense Priscila Janikian e a carioca Isabela Mercante se classificaram para a segunda rodada, mas ambas foram derrotadas e estão fora da competição. Janikian venceu a norte-americana Hina Inoue por 6/4 e 7/5, mas perdeu para a italiana Beatrice Ricci (cabeça de chave 9). Mercante, que ganhou da australiana Roopa Bains por 6/2, 6/7(6) e 6/1, perdeu para a uruguaia Guillermina Grant (cabeça de chave 5).

Além da categoria 18 anos, o Banana Bowl tem a disputa das categorias 16 e 14 anos (valendo pontos para o ranking da Cosat), no Rio de Janeiro, onde as competições acontecem no Marina Barra Clube e no Novo Rio Country Clube. Também no RJ é disputada a categoria 12 anos, que vale pontos para o ranking nacional da CBT. Ao todos, participam da competição atletas de 32 diferentes países.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.